Início Saúde Física Vai pular Carnaval de óculos ou lentes de contato? Veja qual melhor...

Vai pular Carnaval de óculos ou lentes de contato? Veja qual melhor opção

33
0

No carnaval, se for preciso escolher entre usar óculos e lentes de contato para aproveitar a folia, opte pelos óculos. Noites mal dormidas, fumaça, mar, piscina, areia e todos os ingredientes que fazem do feriadão de Momo uma grande festa, não combinam com as exigências de cuidados e rituais de uma lente de contato. O alerta é do oftalmologista Victor Saques Neto, do Hospital Oftalmológico de Brasília (HOB).

Pessoas que não têm seus erros refrativos corrigidos cirurgicamente, quase sempre ficam na dúvida sobre a melhor opção entre os óculos e as lentes de contato.

Se a programação incluir viagens, bailes, brincadeira em blocos de rua, praias e piscinas, para a diversão ser completa, descuidos com a saúde não são permitidos, assinala Saques Neto. Quanto aos olhos, além de protegê-los durante o dia com o uso de óculos de sol com proteção UVA/UVB, avalie com atenção as facilidades ganhas com o uso de óculos de grau na programação e os cuidados de higiene e ambientais que as lentes de contato exigem.

Danos – A lente de contato, além de impor um ritual de higiene diário ao seu usuário, pede atenção na hora de passar o bronzeador ou mergulhar em água salgada e piscinas com cloro. Diante da ação de agentes químicos presentes nessas situações resultam embaçamentos que pode representar o fim da vida útil das lentes, adverte o médico. Além disso, frisa, o uso continuado das lentes de contato sem a devida à assepsia, coloca seu usuário em risco de sofrer complicações como conjuntivites químicas ou infecciosas.

Lentes de contato e areia de praia não são a melhor combinação. A mistura põe em risco a estrutura da lente, o que leva a um rompimento e inutilidade do produto. Em viagem, sem alternativa, há usuários que insistem em utilizar as lentes danificadas, o risco de uma ceratite infecciosa é iminente, diz o oftalmologia ao explicar que se trata de uma espécie de úlcera na córnea.

Tratar uma ceratite exige dedicação do paciente. É preciso acompanhamento diário de um oftalmologista para monitorar a evolução do problema, além da aplicação de colírios. “Alguns casos evoluem a ponto de precisar de transplante de córnea”, comenta.

Nunca – O oftalmologista destaca que “nunca deve-se dormir com lentes de contato”. O uso das lentes de contato por longos períodos pode provocar um edema na córnea (diminuição de oxigenação), aumentando a quantidade de líquido retida nesta parte do olho. O resultado é dor, lacrimejamento e sensibilidade à luz. Ele orienta que caso esses sintomas aparecerem durante o carnaval é importante retirar as lentes, fazer uma compressa de soro fisiológico gelado no olho e procurar um oftalmologista com urgência.

Fonte: Victor Saques Neto, oftalmologista do Hospital Oftalmológico de Brasília (HOB) /Assessoria de imprensa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui