Início Saúde Financeira Vai alugar seu imóvel na alta temporada? Confira dicas para não ter...

Vai alugar seu imóvel na alta temporada? Confira dicas para não ter dor de cabeça

59
0

Open SignAinda faltam dois meses para o fim do ano – época de maior procura para alugar casas – mas, quem deseja anunciar seu imóvel e aproveitar essa renda extra, sem ter dores de cabeça, precisa pesquisar, negociar e tomar alguns cuidados desde agora.

De acordo com o advogado e diretor de condomínios e jurídico da Imobiliária Primar Administradora de Bens, Carlos Samuel de Oliveira Freitas, existem algumas ações que devem ser tomadas pelos proprietários do imóvel antes de alugá-lo. “Opções de sites para anunciar o produto não faltam. Ainda assim, convém verificar quem é o inquilino”, lembra Freitas. “Se ele for brasileiro, você pode pedir o CPF e verificar suas pendências de crédito.”

O especialista comenta que o certo é não deixar objetos de valor à mostra na casa a ser alugada. “É aconselhável guardar objetos de valor em local seguro”, alerta. Freitas acrescenta que é direito do locador receber parte ou até a totalidade do valor do aluguel antecipadamente e, para evitar possíveis golpes ou problemas que possam surgir, o ideal é que o dono do imóvel sempre peça o pagamento antecipado, na chegada do inquilino, principalmente se ele for estrangeiro.

Seja no aluguel de um quarto ou de uma casa inteira, é necessária a realização e assinatura, pelas duas partes, de um contrato, que determine o prazo de locação do imóvel. “Tudo deve ser descrito com detalhes no imóvel. Se for um quarto ou uma casa com mobília, o ideal é escrever tudo que existe dentro do ambiente”, disse. O especialista aconselha que, ao estipular o valor do aluguel, o proprietário já inclua o valor estimado das contas de luz, água, gás e as demais taxas que podem existir, como o condomínio.

Cuidado com as promessas

A maioria dos proprietários deseja passar uma boa imagem do seu produto para os futuros compradores, mas o anúncio não deve ser exagerado. Para Freitas, ele deve ser realista, descrever tudo que o imóvel tem, eventuais restrições, localização e de fotos que não sejam excessivamente retocadas.

“Se o inquilino for brasileiro e se sentir enganado ao chegar ao imóvel, ele pode querer uma indenização”, diz o advogado. Além disso, inquilinos podem fazer comentários negativos no seu anúncio, dificultando locações futuras e prejudicando a sua reputação na internet.

Fonte: InfoMoney.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui