Início Destaque Um parto equivale a uma escova progressiva?

Um parto equivale a uma escova progressiva?

67
2

Que a pergunta acima é estranha ninguém discorda, mas ao ler o artigo será possível entender do que se trata.

Obstetras e ginecologistas lançam uma campanha para mostrar o valor pago pelas operadoras ao médico em um parto – cerca de 200 reais, e em consultas ginecológicas, R$25,00.

Insatisfeitos com o valor que recebem dos planos de saúde em partos e consultas, um dos argumentos defendidos por eles é de que um cinegrafista contratado para filmar o nascimento ganha mais do que quem tem a responsabilidade de zelar por duas vidas, a da mãe e a do bebê.

Em outra comparação curiosa, divulgada pela Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo, responsável pela campanha, lembra que R$200,00 é o valor pago por uma boa escova progressiva no Estado.

O valor médio pago por uma paciente particular para o médico, sem ser vinculada a um plano de saúde, chega a R$2.000 pelo parto e R$100 pela consulta. Alguns planos executivos pagam os médicos um valor considerado ‘justo’ por eles, mas são poucos.

Se não houver um reajuste, eles irão ficar paralisados em 18 de outubro, dia em que a profissão é homenageada. O Conselho Regional de Medicina e do Sindicato dos Médicos de São Paulo apoia a reação.

Cesariana e parto normal

O valor pago é o mesmo independente do procedimento. Por isso, há especulações de que esse fator faz com que o número de cesáreas aumente: com data marcada, dura pouco, enquanto o parto normal pode levar horas.

A Organização Mundial da Saúde recomenda que apenas 15% dos partos sejam através da cesariana. Na realidade, o número chega a 80% e isso pode trazer implicações para o bebê.

Divulgação SOGESP

O que acha sobre a campanha? Comente.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui