Início Campanhas Interessantes Troque seu cigarro por uma flor

Troque seu cigarro por uma flor

70
0
Imagem: divulgação Jovem Pan

O Blog da Saúde já comentou sobre uma campanha canadense que trocava o seu cigarro por brindes misteriosos (confira aqui). Quem aderiu a ideia aqui no Brasil foi a Secretaria Estadual de Saúde, que hoje, Dia Mundial Sem Tabaco, está trocando maços de cigarro por flores e exames médicos.

A campanha “Troque seu Cigarro por uma Flor” acontece hoje no vão livre do Masp, na avenida Paulista, das 10h às 15h. Além de receber uma flor diretamente de Holambra, quem passar por lá poderá realizar o teste de monoximetria, que avalia o grau de dependência ao tabaco ao verificar o índice de monóxido de carbano no pulmão do fumante. As pessoas que apresentarem alto risco de dependência serão encaminhadas a serviços especializados para tratamento gratuito. Também poderá receber uma avaliação odontológica para identificar possíveis lesões pré-cancerígenas.

Pequenas palestras de 10 minutos cada serão feitas para orientar sobre os males causados pelo tabaco e outras drogas. O objetivo é chamar a atenção de quem passeia pelo local a importância de cuidar da saúde.

No Dia Mundial Sem Tabaco, saiba que:

  • Doenças causadas pelo cigarro matam 357 pessoas por dia no Brasil. Desses, sete são fumantes passivos.
  • Mais de 40% das crianças têm pelo menos um dos pais que é fumante.
  • O tabaco mata 6 milhões de pessoas por ano.
  • Dentre as mortes atribuídas ao tabagismo, 73% foram entre homens.
  • Tratar de doenças decorrentes do fumo custa R$21 bilhões anuais às redes de saúde pública e privada no Brasil.
  • Entre as enfermidades ligadas ao tabagismo, as principais são: doenças cardíacas, pulmonares e câncer.
  • A poluição tabagística ambiental, resultado da fumaça exalada pelo fumante, é a maior causa de poluição de ambientes fechados e a terceira maior causa de morte evitável no mundo.
  • Para cada 300 cigarros produzidos, uma árvore é sacrificada. Ou seja, quem fuma um maço de cigarros por dia “consome” duas árvores em um mês.

(Dados da OMS – Organização Mundial de Saúde –, ONG ACT – Aliança de Controle ao Tabagismo – e ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui