Início Saúde Física Três idosos são internados a cada hora em São Paulo devido a...

Três idosos são internados a cada hora em São Paulo devido a lesões causadas por queda

68
0

Cuidador de idososTrês idosos são internados por hora em hospitais públicos do estado de São Paulo em decorrência de lesões causadas por quedas, esse foi o dado revelado pelo levantamento feito pela Secretaria Estadual da Saúde. Um número bastante alto e que deve chamar a atenção para cuidados que ajudem na prevenção.

De acordo o levantamento, em 2012 houve 27.817 internações de pessoas com 60 anos ou mais em serviços hospitalares do SUS (Sistema Único de Saúde). Do total, 60% das internações foram de mulheres com mais de 60 anos.

Anderson Della Torre, geriatra e coordenador médico do Instituto Paulista de Geriatria e Gerontologia (IPGG), explica que o número é maior em mulheres, pois as idosas tendem a ser mais ativas e possuem menos massa muscular do que os homens. “Normalmente, as mulheres também são mais atingidas pela osteoporose, apesar de a doença também atingir os homens”.

Segundo geriatra, 3,7% dos idosos entre 60 e 69 anos cai uma vez por ano, enquanto essa porcentagem chega a 7% para a faixa de 70 a 79 anos. Já entre os maiores de 89, 27% têm pelo menos uma queda ao ano. “O número de quedas é elevado, por isso há muitas internações. É muito comum que eles sofram lesões ósseas que os levem à imobilidade momentânea ou mesmo à dependência, posteriormente”.

“Um dos maiores motivos de quedas em idosos é a falta de equilíbrio e a perda de massa muscular, que ocorrem naturalmente com o avanço da idade”, explicou Della Torre. Por isso, o médico alerta sobre a importância da fisioterapia para fortalecer a musculatura e reforçar o equilíbrio. “Essa intervenção vai gerando confiança na marcha. É preciso gerar confiança, para que o idoso volte a andar com tranquilidade, porque depois de um tombo ele pode desenvolver um medo de quedas e acabar se isolando”.

Ao desenvolver o medo de cair, o idoso pode piorar sua situação. Pois, ele acaba se limitando e deixando de se expor aos perigos e isso pode levá-los à depressão. Além do que as fraturas podem evoluir para doenças mais graves, devido à imobilidade do paciente. Por não levantar da cama, o idoso fica também mais suscetível a doenças crônicas que levam à morte.

Para evitar quedas, o médico recomenda atitudes e mudanças simples:

  • Fazer atividades para reforço muscular e equilíbrio;
  • Utilizar calçados fechados ou que possam ser presos ao redor dos calcanhares;
  • Retirar possíveis obstáculos à circulação, como mesas de centro; colocar os objetos mais utilizados no dia a dia em prateleiras baixas ou em locais de fácil alcance; 
  • Tomar cuidados com os tapetes, principalmente no banheiro.

blog_piscandoRosaAlém disso, quando o idoso sofrer alguma queda, deve procurar um médico imediatamente para investigar qual o motivo do acidente. Em caso de idosos que já enfrentam falta de equilíbrio em grau elevado, é recomendável que sejam instaladas adaptações em casa, como corrimãos, elevação dos vasos sanitários e barras de apoio para sentar e levantar.

*Com informações da Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui