Início Saúde Física Sucesso no segundo transplante de laringe documentado no mundo

Sucesso no segundo transplante de laringe documentado no mundo

64
5

Quem passou pelo procedimento com êxito foi uma americana, de 52 anos, que recuperou a sua capacidade de falar.

Brenda Charett Jensen teve suas cordas vocais danificadas há mais de 10 anos e só falava com a ajuda de um dispositivo que soava como uma voz eletrônica. Voltar a falar com sua voz natural era um sonho.

Ela foi submetida ao transplante em outubro do ano passado, operação realizada por médicos da Universidade de Califórnia e no Centro Médico Davis, além de médicos britânicos e suecos.

Com duração de 18 horas, os profissionais trocaram a laringe, a traqueia e a glândula tireoide a partir de material retirado de um doador.

Embora Brenda esteja falando com uma laringe transplantada, a sua voz não será semelhante à do doador.

Não?

Martin Birchall, professor de laringologia na Universidade College London, explica o porquê:

A maior parte do que ouvimos como o discurso se deve ao padrão respiratório e à maneira como movemos lábios, palato e língua. Ela terá o mesmo sotaque, entonação e mesmo padrão de discurso de antes.

Após dois meses de recuperação, Brenda é capaz de sentir cheiro e sabor pela primeira vez em muitos anos. Sua voz ainda soa rouca, mas espera-se que ela apresente recuperação completa.

O outro único transplante de laringe documentado ocorreu na Clínica Cleveland, em Ohio, em 1998.

*AP/BBC

5 COMENTÁRIOS

  1. gostaria de saber como me candidatar a ser a proxima pessoa a realizar um transplante de laringe já q a 3 anos perdi a laringe e consequentemente a voz. Acabei de fazer 50 anos e meu sonho é voltar a falar, sou profissional da área de saúde e pretendo ficar sempre informada dos avanços nésse assunto, já tentei manter contato mas não recebo nenhum retorno.

    • Olá Ana,
      Como pode ter lido no post, o transplante foi realizado pela Universidade da Califórnia. Não temos a informação de instituições brasileiras que realizam o procedimento. Se soubermos, publicaremos no Blog. O site da Universidade da Califórnia, caso queira ver, é esse: http://www.ucla.edu/ – Abraços

    • Ana, meu nome é Ricardo, também completei 50 anos, estou na mesma situação, apesar de sentir bem depois que coloquei uma prótese, é um sonho voltar a falar sem ter que colocar o dedo no orifício da traqueostomia.Vamos aguardar, e acreditar na evolução da medicina.

  2. meu nome e Diônata tenho 22 anos e faço uso de um tubo traqueal meu sonho e retira-lo mais não sofri nada em minhas pregas vocais so que o uso constante dessa traqueostomia me incomoda muito bom vamos aguarda a evolução da medicina no Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui