Início Saúde Física Sete sabores incontestáveis

Sete sabores incontestáveis

21
0

Tempere sua vida com ervas, raízes e plantas que trazem benefícios para a saúde e muito gosto à comida. Ao deixar seu coração mais saudável e suas artérias limpas, além de diminuir dores e repelir o câncer, esses sabores de todos os dias estão nas nossas refeições e muitas vezes nem notamos. Não é o caso da:

1. Pimenta

As variações mais ardidas das pimentas são também as que contêm o máximo de capsaicina, substância responsável por alívio da dor, saúde do coração e combate ao câncer de próstata.

Além disso, contém poucas calorias e é fonte de vitaminas A, C e do complexo B. As pimentas vermelhas possuem maior valor nutricional do que as verdes.

Atenção: ao exagerar na dose e tentar controlar a ardência, a capsaicina não é solúvel em água, somente em óleo. Então não adianta tomar copos e mais copos do líquido. Prefira um gole de leite para obter algum alívio.

2. Canela

Se você já é apreciador de canela, ficará fácil adicioná-la às receitas. Com sabor e cheiro inigualável, ela mantém as artérias saudáveis, abaixa o colesterol e gerencia os níveis de açúcar no sangue.

Menos da metade de uma colher (chá) de canela por dia diminui em 20% o nível de açúcar no sangue, reduz entre 7% e 27% o colesterol e baixa os triglicérides entre 23% e 30%. O hábito de mexer o chá com pau de canela já ajuda.

Chazinho com canela quando sentir que a gripe se aproxima é sabedoria da medicina tradicional chinesa, que valoriza a especiaria por sua capacidade de aquecer. Aceite o conselho da avó: tome um chá com casca de canela e gengibre fresco.

3. Gengibre

Como planta medicinal, o gengibre é uma das mais antigas e populares do mundo. O chá de gengibre é usado no tratamento contra gripes, tosses, resfriado e até ressaca. Tem ação antibactericida e é desintoxicante.

Banhos e compressas quentes de gengibre são indicados para aliviar os sintomas de gota, artrite, dores de cabeça e na coluna, além de diminuir a congestão nasal.

Recentemente, a OMS (Organização Mundial da Saúde) reconheceu a ação dessa planta sobre o sistema digestivo, tornando-a indicada para evitar enjôos e náuseas, o que confirma o uso popular de usá-la para digestão de alimentos gordurosos.

4. Salsa

Às vezes é usada até como decoração do prato, mas seus benefícios são conhecidos desde o tempo dos Romanos e ajudam a combater pedras nos rins, problemas auditivos como surdez e a prevenir acúmulo nas artérias.

Ingerida na forma de chá, a salsa é capaz de tratar febres, retenção da urina e obesidade. Tanto as folhas como a raiz ajudam a abrir o apetite, são boas para a memória e favorecem a digestão. A planta também é recomendada para combater anemia, fraqueza do corpo e distúrbios nervosos.

5. Orégano

No orégano está presente os princípios ativos timol e carvacrol – agentes antibacterianos que lutam contra infecções – e também antioxidantes. É fácil de fazer a planta crescer em casa e pode ser usada em diversos pratos. Combate a tosse, as doenças do pulmão e as dores musculares.

6. Alho

Ame ou odeie. O alho está presente em remédios e medicina tradicional e possui efeito antifúngico, antibacteriano e antiviral. Alguns estudos informam que ajuda na coagulação do sangue.

Tudo isso e o seu sabor é facilmente adicionado à dieta: macarrão, pizza, vegetais…

7. Tomilho

Especialmente cultivado como condimento e pelo óleo essencial, rico em timol, com apreciável poder antisséptico, muito utilizado contra problemas pulmonares, devido à sua ação expectorante e como estimulante digestivo.

As folhas secas em saches servem para repelir traças.

Na culinária, é indicado adicioná-lo aos alimentos no final do cozimento. Acrescente à carne de porco, aves, peixe, carne assada, patês, sopas, purês e molhos italianos.

Conhece outros benefícios? Não deixe de comentar!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui