Início Saúde Física Rede de diagnóstico de infartos

Rede de diagnóstico de infartos

53
1

A Secretaria de Estado da Saúde da Saúde de São Paulo decidiu implantar uma rede para identificar, a distância, pacientes com síndrome coronária aguda que dão entrada em hospitais e prontos-socorros do Estado.

A Central do hospital Dante Pazzanese será a responsável por analisar exames de pacientes que chegam em prontos-socorros com dores no peito. Isso só é possível através de um sistema integrado de diagnóstico e tecnologia.

Veja como será feito

O sistema, conhecido como Point of Care Test (POCT), é considerado o mais moderno para verificar os níveis de troponina, importante marcador de necroses (morte de um tecido ou de parte dele), para diagnosticar angina instável ou mesmo infarto do miocárdio.

Tendência mundial no mercado de diagnóstico, o POCT funciona como um teste portátil de laboratório e tem a mesma dimensão de uma máquina de cartão de crédito. No lugar do leitor magnético, há um cartucho descartável para ser inserida a amostra de sangue.

Outra vantagem é a quantidade da amostra: por apenas uma picada no dedo, já é possível conseguir a quantidade de sangue suficiente para verificar o nível de troponina. A agilidade no resultado por meio destes testes (10 minutos para o valor da troponina), é outro diferencial a ser considerado.

Procedimento

O paciente é submetido a um exame de eletrocardiograma que, aliado a informações clínicas, indicam um possível quadro de infarto.

O teste é transmitido, junto com o eletrocardiograma, por sinal de telefonia celular ao hospital Dante Pazzanese, onde cardiologistas de plantão fazem o diagnóstico.

A ideia é que todos os hospitais da rede pública paulista alcancem os índices de padrões mundiais de detecção de infartos que hoje o Dante Pazzanese já possui, segundo Ricardo Tardelli, coordenador estadual de Saúde.

Sobre o tele-eletrocardiograma

É utilizado o sinal de celular para encaminhar o exame à Central de Laudos e enviar à unidade solicitante, em um período médio de 20 minutos.

O serviço de tele-eletrocardiograma conta com uma equipe especializada de 14 cardiologistas e mantém em pleno funcionamento 24 horas por dia, o ano inteiro, o que elimina distâncias e permite um diagnóstico mais rápido e preciso.

Em todo o Estado já são 75 hospitais, ambulatórios e postos de saúde integrados à Central de Laudos do Instituto Dante Pazzanese. Em 2010, mais de 170 mil exames foram realizados por este sistema.

1 COMENTÁRIO

  1. Hoje já existe um teste point of care que detecta o IAM (Infarto agudo do miocardío) em apenas 10 minutos e com 2 gotas de sangue. Além da agilidade o teste de TROPONINA I não necessita de mao de obra especializada.

    O teste mencionado no artigo realmente é muito importante por ser quantitativo, mas acredito que esse novo teste rápido de troponina I que é qualitativo é extramamente importante para realizar a triagem e direcionar o paciente para o atendimento adquado, com agilidade, além de reduzir custos operacionais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui