Início Saúde Ambiental Praças ecologicamente corretas

Praças ecologicamente corretas

110
2

Cuidar do planeta, que deveria ser uma prática comum a todos é hoje uma questão de sobrevivência para a espécie humana. Diante de tantas manifestações e pesquisas reveladoras das consequências de tamanho descaso com a natureza encontramos iniciativas que surpreendem e nos fazem acreditar que há solução sim para repararmos o tempo perdido.

No bairro da Vila Madalena, zona oeste de São Paulo, a praça Dolores Ibarruri – também conhecida como Praça das Corujas está em reforma desde dezembro / 2008 e será inaugurada até o próximo dia 30.06.

Projetada para integrar sustentabilidade e lazer, a Praça das Corujas teve seu conceito de reestruturação aprovado pela Prefeitura de São Paulo no último dia 10.05. e é assinado pela paisagista e arquiteta Elza Niero.

Entenda os benefícios da praça ecológica ao meio ambiente:

– Sistema de drenagem das águas pluviais: parte do saneamento básico, quando bem executado eleva a condição de saúde da população e gera maior expectativa de vida.

obra-praaa-das-corujas-luiz-guadagnoli
A água da chuva coletada nos chamados "jardins de chuva" - piscinas de pequena profundidade - será drenada no subsolo e chegará limpa ao córrego das corujas.

Para que a água seja coletada serão construídas “biovaletas” – depressões lineares com vegetação que limpa a água da chuva enquanto a valeta dirige para os jardins de chuva –   feitas com piso drenante – Difere de outros tipos de pavimentação por não conter em sua composição agregados miúdos, facilitando assim a permeabilização da água das chuvas.

Modelo de biovaleta
Desenho: Mauricio Alito

– Limpeza da praça e conservação das árvores: o acúmulo de lixo em praças públicas estimula a proliferação de baratas, ratos e contágio de doenças. As árvores são fundamentais para o equilíbrio de nosso ecossistema. Retém umidade, forma sombra e ameniza altas temperaturas.

Artigo escrito pelo biólogo João O. Salvador para o jornal A Tribuna ressalta que “Saber profundamente sobre a importância das árvores para o meio ambiente urbano é o dever de todos. Arborizar uma cidade não significa plantar árvore em ruas, jardins e praças públicas somente para fazer sombra, atenuar a velocidade do vento e cumprir recomendações internacionais. É preciso, acima de tudo, que a população se conscientize que a silvicultura urbana não tem somente o objetivo de ornamentar, mas também, o de melhorar o potencial de remoção de partículas e de gases poluentes, de aliviar, principalmente, os dias quentes de verão, tornando-os mais agradáveis; de reduzir, através de suas folhas, o nível de ruído excessivo nas cidades, provocado pelo tráfego e outras fontes de poluição sonora.”

A equipe Blog da Saúde está na torcida para que aumente cada vez mais o número de praças ecológicas e várias outras iniciativas a favor da preservação do meio ambiente. O que você faz para manter a saúde de nosso planeta?

2 COMENTÁRIOS

  1. As obras estão paralisadas e nada será concluído até uma próxima licitação. A praça está um caos e muito do material utilizado está se deteriorando pois a obra está inacabada. Valas foram abertas impossibilitando a passagem de pedestres em diversas áreas. A grama e as árvores não foram replantadas. A lama predomina e o lixo não está sendo recolhido.Mais um exemplo de descaso e mal uso de verbas públicas. Vergonhaaa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui