Início Saúde Mental Pesquisa relaciona o sedentarismo com a ansiedade

Pesquisa relaciona o sedentarismo com a ansiedade

48
0

A ansiedade atinge, apenas nos Estados Unidos, cerca de 40 milhões de pessoas. Este número alarmante levou pesquisadores na Austrália a estudarem os fatores que provocam a esta doença mental. Entre os resultados encontrados, está o sedentarismo.

Atividades sedentárias, como assistir à tv, jogar video game ou usar a internet, são, há um bom tempo, relacionadas a obesidade e doença do coração. No entanto, um novo estudo sugere que estas atividades também podem estar associadas ao risco de provocar a ansiedade.

O estudo foi conduzido por pesquisadores do Centre for Physical Activity and Nutrition Research (C-PAN) da Universidade Deakin, na Austrália, e foi publicado no BMC Public Health. Os pesquisadores envolvidos estudaram os sintomas da ansiedade na sociedade moderna e o comportamento dos sedentários.

Os envolvidos no estudo definiram as atividades sedentárias como as que requerem movimento mínimo do corpo e resultam em baixo gasto de energia. Isso inclui longos períodos sentado.

Para esta pesquisa, foram conduzidas revisões de nove estudos voltados especificamente para a relação entre a ansiedade e o sedentarismo.

Em matéria publicada no portal Medical News Today, um dos pesquisadores afirma que o estudo validou a associação entre o tempo sentado e os sintomas da ansiedade. No entanto, a direção desta relação ainda precisa ser determinada com outros estudos.

Este estudo, assim como outros sobre o assunto que estão por vir, é importante para entender os fatores que estão relacionados com a ansiedade, assim torna possível desenvolver estratégias para prevenir este mal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui