Início Saúde Física Os perigos das dietas da moda

Os perigos das dietas da moda

15
0

O desejo por emagrecer faz com que a maioria das pessoas siga as dietas praticadas pelas celebridades ou as publicadas em revistas, que prometem resultados rápidos.

Não existe uma receita milagrosa para perder os quilos a mais. É necessário reduzir a quantidade de comida, sem excluir qualquer tipo de alimento, e praticar esportes. “Reaprender a comer e fazer atividade física é o grande segredo de uma dieta de sucesso”, afirma o cardiologista e diretor da Angiocardio, Hélio Castello.

Seguir as dietas da moda e viver no efeito sanfona desencadeia sérios problemas de saúde. Segundo o cardiologista, tudo começa pelo cérebro, que não entende a mensagem quando há perda rápida de peso e, para manter a reserva de “energia, faz com que o metabolismo fique muitas vezes mais lento.

O grande problema das dietas realizadas sem o conhecimento da nutricionista é que elas restringem algum nutriente, como o carboidrato. “Ele é uma excelente fonte de energia para o organismo e não deve ser abolido”, explica o cardiologista.

O efeito sanfona causa problemas cardiovasculares, como aumento de colesterol, aumento da pressão arterial e alterações da função renal. Além disso, dietas ricas em gordura também pode causar doenças coronarianas.

Veja a seguir 4 dietas perigosas:

Dieta Dukan:  A dieta rica em gorduras tende a aumentar os níveis de colesterol e triglicérides no sangue pelo aumento da oferta, aumentando a médio e longo prazo, a exposição ao risco de aterosclerose com obstruções arteriais.

Dieta da Sopa: A ingestão restritiva com completa ausência das gorduras implica em perda do componente essencial na formação das membranas celulares, diminuindo a proteção das células, além de influenciar no controle da temperatura corpórea. É importante que haja em torno de 30% de gordura na alimentação e que seja preferencialmente composta de gorduras insaturadas, que são mais saudáveis.

Dieta do Ovo: Existem muitos relatos de dietas ricas em ovo. Acredito que o ovo possa fazer parte da dieta como os demais alimentos também o fazem, mas uma dieta baseada apenas em ovo não faria muito sentido.

Dieta da Papinha: Há falta de nutrientes básicos, como os macro e micro nutrientes, sendo assim, o uso prolongado acarretará malefícios e até desnutrição. Além disso, há o inconveniente de diminuir a mastigação que faz parte do processo alimentar.

Antes de modificar a alimentação, procure uma nutricionista. Assim, os resultados desejados serão conquistados de forma saudável.

 Errata: A Dieta da Sopa não é de autoria do Incor (Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da FMUSP), ao contrário do informado anteriormente.  O Incor considera este tipo de dieta perigosa para a saúde das pessoas e vazia de qualquer fundamentação científica.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui