Início Saúde da Mulher Os direitos da mãe durante o parto

Os direitos da mãe durante o parto

43
1

No dia das mães, comemorado ontem, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) lançou vídeo em homenagem a essas grandes mulheres. O momento em que uma mulher se torna mãe é único na vida de cada uma e deve deixar boas memórias de bem-estar, saúde e felicidade.

Um dos cuidados ao ser tomado durante a gravidez é o de adquirir o melhor plano de saúde para o parto e ficar atenta aos direitos previstos em lei. A cobertura do nascimento do bebê será feita se a mãe contratar um plano com segmentação obstétrica.

A ANS esclarece alguns pontos importantes:

Inscrição da criança no plano
Se a mãe possui um plano hospitalar com obstetrícia, é assegurada a inscrição do recém-nascido, filho natural ou adotivo, desde que a inscrição seja feita no prazo máximo de 30 dias do nascimento, da adoção ou guarda.

Acompanhante
Desde janeiro de 2012, tornou-se obrigatório para os planos de saúde com cobertura obstétrica cobrir as despesas de acompanhantes durante o pré-parto, parto e pós-parto imediato, incluindo acomodação, alimentação e paramentação (vestimenta).

Cesariana ou parto normal?
Essa decisão precisa ser compartilhada entre o médico, a gestante e sua família. O profissional deve fornecer informações sobre a situação clínica da mulher, os riscos e benefícios envolvidos em cada escolha, para ajudá-la na decisão.

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui