Início Saúde Social OMS declara situação de emergência internacional por microcefalia

OMS declara situação de emergência internacional por microcefalia

45
0

Após reunião em Genebra, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou que o avanço da microcefalia, relacionada ao zika vírus, é uma emergência internacional. A conclusão veio após especialistas discutirem vários aspectos relacionados ao risco da proliferação da doença.

Com o decreto de situação de “emergência de saúde pública de interesse internacional”, a OMS espera que exista uma maior mobilização de dinheiro, recursos e conhecimento científico para o combate à doença.

Após a declaração, o Ministério da Saúde divulgou nota onde considera de fundamental importância a declaração da OMS. Segundo o ministério, isto facilitará “a busca de parcerias em todo o mundo, reunindo esforços de governos e especialistas para enfrentar a situação”.

A OMS ressaltou durante a declaração que a decisão de decretar emergência ocorre devido aos casos de microcefalia e outras disfunções neurológicas, não somente pelo zika vírus em si.

Alerta

Em nota, o Ministério da Saúde aproveitou para esclarecer algumas dúvidas de turistas e moradores:

“É importante esclarecer que na recomendação da OMS não há restrição de viagens ou comércio com países, regiões e/ou territórios com a transmissão do vírus zika. Recomenda-se que as pessoas que venham a viajar para áreas com transmissão do vírus zika tomem medidas adequadas para evitar picadas de mosquito. No Brasil, a recomendação do Ministério da Saúde é para que a população, principalmente as mulheres grávidas e em idade fértil, tomem medidas simples que possam evitar o contato com o Aedes aegypti, como utilizar repelentes, proteger-se da exposição de mosquitos, manter portas e janelas fechadas ou teladas e usar calça e camisa de manga comprida”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui