Início Saúde Mental O TOC de Monk pode ter cura

O TOC de Monk pode ter cura

55
5

Você sabe o que é TOC?

Transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) se caracteriza por obsessões e compulsões que ocupam grande parte do tempo de uma pessoa, é uma doença psicológica que agora pode ter cura. Pessoas com TOC podem ter obsessões relacionadas a sujeira, compulsão por verificar as coisas, etc.

O personagem de um seriado americano sofre com essa doença, talvez você já deva conhecer, ele é o detetive Monk. Após ter perdido sua mulher e não ter conseguido solucionar o caso ele apresentou um quadro de TOC. O personagem tem pavor de germes, altura, multidão, e de coisas inimagináveis. Isso acaba prejudicando seu trabalho diário.

Mas seus problemas podem ser solucionados, assim como os de qualquer outra pessoa que possui a mesma doença.
Isso porque foram descobertas novas maneiras de curar doenças mentais através de cirurgias. A psicocirurgia é uma alternativa para tratamento de doenças mentais, são cirurgias feitas diretamente no cérebro.

Segundo o psiquiatra Ben Greenberg, em entrevista ao The New York Times, cerca de 60% dos pacientes submetidos à cirurgia por faca gama (confira explicaçãoo infográfico abaixo) ou à estimulação cerebral profunda tiveram melhora significativa.

Essa é a nova esperança para a cura do querido personagem de Monk e o fim do tormento de várias pessoas que sofrem de TOC no mundo.

Riscos

 Mas cuidado! Essas cirurgias também apresentam alguns riscos. Após passarem pela neurocirurgia, alguns pacientes apresentaram sintomas como ataques epiléticos, vontade de cometer suicídio, déficit de memória, irritabilidade, etc.

Uma pesquisa realizada, em outubro de 2008, por profissionais da área e da ANS – Agência Nacional de Saúde Suplementar –, lista alguns dos sintomas que podem ocorrer no paciente após a cirurgia:

  • Problemas neurológicos: ataques epiléticos, hemorragia intracerebral, tontura;
  • Sintomas gerais: fadiga, náuseas, retenção urinária;
  • Complicações cognitivas: déficits de memória e diminuição do desempenho lógico;
  • Mudanças psíquicas ou de personalidade: alucinações visuais, diminuição da libido, apatia;
  • Eventos fatais: suicídio e morte súbita por enfarto no miocárdio.

Por conta desses riscos a cirurgia só é permitida quando os pacientes têm um caso de TOC em nível grave. É uma opção terapêutica, mas não tem cura definitiva, é só uma maneira de potencializar o tratamento da doença.

Saiba mais como funciona esse tipo de cirurgia no infográfico abaixo

Divulgação FSP

 

5 COMENTÁRIOS

  1. Tenho uma filha que é portadora de TOC, achei a materia muito boa, porém TOC não é uma doença psicologica e sim psiquiatrica.

  2. Parte 1:__Eu tenho a Sindrome de Diógenes, que é considerada um tipo de TOC. A minha vida é um inferno. Eu tenho 34 anos, mas não consegui realizar nada na minha vida até hoje. As pessoas não entendem pq não sabem. Nem imagino o quanto eu vivo atormentada. Eu não sei o que fazer. __Tenho mil problemas com colecionismo, mil rituais mentais e alguns que não são mentais que me fazem gastar horas, dias meses e anos com NADA !!!!!__Todo mundo comenta o quanto sou inteligente e o quanto sou um "desperdício" de talentos, como se eu fosse uma preguiçosa!! Mal sabem a prisão…a ESCRAVIDÃO em que vivo!__

  3. Parte 2:
    Tenho diagnóstico de Transtorno Bipolar, Dislexia e Déficit de Atenção. Mesmo diagnóstico feito por meia dúzia de psiquiatras diferentes. Mas nenhum detectou o TOC. Isso eu mesma fiz….com muitas leituras, documentários etc.
    Eu já reclamava dos sintomas, mas tinha vergonha de entrar em detalhes. Os medicamentos que tomei me ajudaram em outras coisas mas não no TOC. Eu não estou mais indo ao psiquiatra ha um tempo. Essa minha vida me vez chegar a uma condição financeira muito difícil pra mim e o lugar onde eu fazia tratamento gratuito fechou. Se eu não tivesse família acho que estaria passando fome. Estou vivendo um martírio. Preferia morrer.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui