Início Saúde Financeira O que levar em conta na hora de escolher uma academia

O que levar em conta na hora de escolher uma academia

56
0

Nos meses de agosto e setembro, há uma maior procura pelas academias, em busca do “projeto verão”: preparar o corpo para a estação mais quente do ano, com direito a muita praia e piscina.

Tanto para quem já frequenta a academia quanto para quem quer começar a fazer exercícios, a recomendação é tomar sempre alguns cuidados para fazer uma boa escolha e incorporar a prática de atividade física à sua rotina.

Existem hoje academias para todos os bolsos e gostos. Cabe a você buscar aquela que se ajuste melhor não apenas ao seu orçamento, mas ao seu estilo de vida.

Além do custo da mensalidade, há os gastos com matrícula, exame médico, avaliação física e com a compra de alguns itens (como maiô e touca, no caso de natação ou hidroginástica). Por isso, além de começar a cuidar do seu corpo, você também precisa praticar o exercício economizar dinheiro em sua nova jornada.

Hora de começar
Ao efetuar sua matrícula em uma academia, você está contratando um serviço. Portanto, antes de formalizar sua escolha, coloque em prática algumas lições de educação financeira e observe alguns cuidados.

Como se trata de uma mudança na sua rotina, procure primeiro orientação médica para avaliar seu estado de saúde. Depois, considere o fator “tempo”: escolha o melhor horário e os melhores dias para você se dedicar à prática. Comece com alguma atividade gratuita: caminhar perto de onde mora, correr no parque ou mesmo fazer exercícios em casa.

Estabelecido este ritmo, faça uma pesquisa de academias e visite-as. Vale a indicação de amigos, a proximidade de casa ou do trabalho. Tudo isso facilita a sua adaptação e evita que desista depressa.

Para seguir firme
Escolha uma atividade física da qual você realmente goste e que atenda aos seus objetivos (perder peso, ganhar massa muscular, combater a flacidez etc.) e não fique preocupado em seguir tendências.

Para garantir motivação, procure companhia para começar. Indo com alguém, você consegue deixar sua preguiça de lado: uma pessoa dá força à outra, na hora em que estiver querendo faltar…

Escolha da academia
Observe as condições do local: espaço físico, salas de aula, ventilação, higiene de piscinas, vestiários e banheiros etc. Verifique quais são as exigências quanto ao exame médico, se há avaliação física periódica para acompanhamento dos resultados, orientação profissional durante os treinos etc.

Antes de efetuar sua matrícula, faça uma aula experimental, não apenas para avaliar se gosta da atividade e do professor, mas também na intenção de conhecer a turma de alunos e verificar se você se sente à vontade, se há entrosamento ou não.

Qual o melhor plano?
Atenção aos planos de pagamento e descontos oferecidos. Como escolher: mensal, trimestral, semestral ou anual?

Para começar, pode ser interessante ficar com o plano mensal, para ver se você realmente gosta e se ajusta à nova rotina. Os planos para prazos maiores costumam ser bem vantajosos em termos de descontos, mas você corre o risco de pagar a academia por três, seis ou 12 meses, e nunca frequentá-la.

Escolha um ritmo que você consiga cumprir: é melhor frequentar a academia duas vezes por semana do que escolher um plano no qual você pode participar de qualquer atividade ou aula todos os dias, mas nunca vai.

A intenção é cuidar do corpo, combater o estresse e melhorar sua saúde, certo? Então, crie o hábito aos poucos e seja disciplinado.

Por último, e de grande importância: antes de assinar o contrato, observe bem suas obrigações e direitos, condições de pagamento e cobrança de encargos, por eventual atraso no pagamento ou mesmo extinção do contrato antes do prazo acordado. Assim, você consegue melhorar sua forma sem comprometer o seu dinheiro. Cuide da sua saúde e divirta-se!

Fonte: Finanças Práticas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui