Início Últimas Notícias O dedo-duro do trânsito

O dedo-duro do trânsito

100
1

Se você aprontava muito na escola, com certeza já deve ter esbarrado em um dedo-duro que foi o responsável pelas suas suspensões, castigos e expulsões. Depois de algum tempo você cresceu e continuou a fazer muita coisa errada ou se endireitou na vida. Você deve ter pensado que estava livre desse dedo-duro, mas ele estará bem presente nas estradas paulistas.

Se você não entendeu o que nós queremos dizer, saiba que os radares equipados com dispositivos de leitura automática de placas (LAP), também é chamado de dedo-duro. Eles têm a função de dedurar os “espertinhos” que ultrapassam a velocidade, quem deu um calote no IPVA, e quem ainda não fez o licenciamento do carro.

Serão instalados radares desse tipo, em 28 estradas estaduais de São Paulo, a partir da metade do mês de março. Quem for capturado pelos olhares eletrônicos será parado poucos quilômetros a frente pelos policiais que levarão seu carro para um depósito, até que a situação seja regularizada.

Para facilitar a liberação, o governo de São Paulo, estuda a possibilidade de colocar unidades móveis do Poupatempo ao lado dos postos policiais para debitar as pendências, e liberar o carro na hora.

Segundo o secretário de Transportes, Mauro Arce, cerca de 30% dos carros parados nas estradas de São Paulo têm algum tipo de irregularidade.

“Regularize sua situação e matenha a velocidade estipulada pelas
estradas, evite que o dedo-duro te comprometa.”

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui