Início Saúde Física Número de pessoas com diabetes aumenta 40% em seis anos

Número de pessoas com diabetes aumenta 40% em seis anos

77
2

diabetes1.No Dia Mundial do Diabetes, comemorado nesta quinta-feira (14), o Ministério da Saúde divulgou dados inéditos sobre a doença no Brasil. A pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel 2012) revelou um aumento de 40% entre 2006, primeiro ano do levantamento, e ano passado.

O percentual de pessoas que se declararam diabéticas passou de 5,3% para 7,4% no período.O avanço da diabetes está relacionado ao excesso de peso, à falta de exercícios físicos, à má alimentação e o envelhecimento da população. O estudo apontou que 75% dos brasileiros que possuem a doença estão acima do peso.

O Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, ressaltou que os hábitos da população sofreram grandes mudanças nos últimos anos, o que provocou o aumento de doenças crônicas como o diabetes. “Temos trabalhado para preparar o sistema de saúde para lidar com este novo quadro, com ações como a ampliação do acesso aos medicamentos para controle das doenças. Por isso lançamos o Saúde Não Tem Preço, que distribui remédios de graça para o tratamento de hipertensão, diabetes e asma, desde fevereiro de 2011”.

Com o Saúde Não Tem Preço, o número de pessoas beneficiadas passou de 306,8 mil beneficiários para 1,7 milhão, o que contribuiu decisivamente para evitar uma escalada no número de complicações da doença.

blog_piscandoPara estimular a prática de exercícios físicos nas cidades brasileiras, o Ministério da Saúde incentiva municípios a implantar locais com infraestrutura, equipamentos e quadro de pessoal qualificado para a orientação de práticas corporais e atividade física e de lazer e modos de vida saudáveis.

Dados Vigitel 2012

  • O diabetes é mais comum em mulheres (8,1%) do que em homens (6,5%).
  • A educação é um fator importante de prevenção: 3,8% dos brasileiros com mais de 12 anos de estudo declararam ser diabéticos, enquanto 12,1% dos que têm até oito anos de escolaridade dizem ter a doença.
  • O crescimento ocorreu em todas as faixas etárias, porém na faixa de 35 a 44 anos o aumento foi mais significativo: 26,6% de 2006 a 2012. No ano passado, o percentual de pessoas nessa faixa etária, que declararam ter diabetes, foi de 3,9%, enquanto em 2006 o dado foi 2,9%. Outra faixa etária de destaque foi a de 65 anos e mais que passou de 19,2% para 22,9%, de 2006 a 2012, respectivamente.

O Vigitel 2012 coletou dados nas 26 capitais e no Distrito Federal, ouvindo 45.448 pessoas. A capital com maior percentual de diabéticos é São Paulo (9,3%), seguido de Curitiba (8,4%), Natal (8%) e Porto Alegre (8%0). Os menores índices estão em Palmas (4,3), Macapá (4,9), Manaus (4,9%) e Porto Velho (5,0%).

2 COMENTÁRIOS

  1. Muito bom!
    Gostei de saber que o governo tem disponível remedios para o tratamento gratuito e que estão sendo feitos melhorias na infraestrutura das cidades para estimular a prática de exercícios físicos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui