Início Saúde Corporativa Planos de Saúde Número de fumantes cai entre os usuários de planos de saúde

Número de fumantes cai entre os usuários de planos de saúde

39
0

Pesquisa da ANS (Agência Nacional de Saúde) em 26 cidades brasileiras constatou que, enquanto o número de fumantes entre os usuários de planos de saúde diminuiu no País, os hábitos alimentares desta população pioraram.

Segundo a Vigitel Brasil 2011 Saúde Suplementar, em 2008, 14% dos entrevistados declaravam ser fumantes, contra 10,3% em 2011. Ao mesmo tempo, o consumo regular de frutas e hortaliças caiu de 36% para 33%. Já o consumo de refrigerantes aumentou de 23,6% para 29,2%.

O Vigitel é um estudo que analisa e monitora os fatores de risco e proteção para doenças crônicas. Na versão 2011, 22,5 mil usuários de planos de saúde foram ouvidos por telefone.

Segundo a pesquisa, o Rio de Janeiro é a cidade brasileira com mais mulheres tabagistas, o número corresponde a 8,4% da população. Porto Alegre é a capital onde mais homens fumam, com 9%. Outro sinal de hábito ruim de alimentação, o consumo de carnes com excesso de gordura aumentou, passando de 31,1% para 33%. O número de pessoas acima do peso também subiu: de 46,9% para 48%.

Com os resultados, a ANS vai incentivar as operadoras a investir em programas de prevenção que ajudem a eliminar fatores de risco como alimentação errada, cigarro e falta de atividade física. A ideia é que as pessoas mudem seus hábitos e, assim, evitem o aparecimento de doenças e não apenas buscar tratamento quando os problemas aparecem.

“A gente vai passar a informação para os planos de saúde. Eles têm de sair do cuidado da doença única e exclusivamente e passar para o cuidado do fator de risco para que as pessoas não adoeçam. A operadoras têm começado a fazer isso. A gente quer estimular que façam isso cada vez mais porque elas sabem que é importante não só para o beneficiário, mas também para a sustentabilidade delas”, afirmou Martha Oliveira, gerente geral da ANS, ao “Jornal Hoje”, da Rede Globo.

*Com informações do Diário de S. Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui