Início Saúde Financeira Namorados: economizar sim, mas sem perder o romantismo

Namorados: economizar sim, mas sem perder o romantismo

39
0

Tanto se fala em finanças pessoais, em controlar o orçamento. Mas como fazer isso quando o namoro está no começo, naquela fase em que tudo o que se quer é curtir o momento e impressionar?

É possível economizar sim, sem perder o romantismo, com criatividade, bom humor e muita parceria, mesmo sem muita intimidade, por conta do início do relacionamento.<

Como economizar?

  • onde ir? – a escolha do passeio deve ser feita a dois – conversem e cheguem a um consenso, respeitando o gosto e, principalmente, as condições financeiras de cada um. Se o namorado, ou namorada, quiser fazer uma surpresa, ok! Não tire a iniciativa, muito menos estrague o clima. Lembrando que, neste caso: o dono da surpresa fica com a conta!
  • quem paga a conta? – o melhor é sempre dividir. Para não dar briga ou estragar o romantismo, caso seu namorado queira pagar, assuma outros custos, como estacionamento, pipoca no cinema ou até o dinheiro para combustível etc.
  • tudo de uma vez não! – jantar e ir ao cinema, teatro ou show é um programa muito agradável… mas bem caro! Optem por fazer uma coisa de cada vez, ou, então, organizem um jantar ou lanche a dois em casa, antes ou depois do cinema. Da mesma forma, podem ir a um restaurante bem bacana e terminar a noite com um bom DVD em casa. Criatividade é tudo!
  • alô tem preço! – assunto não falta no início do namoro, certo? De olho no orçamento, protejam os gastos com telefone: usem e abusem das redes sociais, do e-mail, das mensagens curtas e de outros recursos gratuitos.
  • vencendo obstáculos – o amor supera distâncias, ainda mais se os dois forem conscientes dos gastos e dividirem a tarefa! Morando longe um do outro, procurem revezar o uso do carro e repartir os gastos.
  • presentinhos – é possível agradar, sem gastar muito. O segredo está em usar a criatividade e soltar a emoção, conhecendo mais o parceiro ou parceira e procurando agradá-lo (a) nos gestos mais simples.
  • casal criativo – ambos podem pensar em alternativas de passeios gratuitos, ou mais baratos. Se forem estudantes, abusem dos benefícios da meia-entrada. Vocês podem usar também um “esquema de compensação”, como se faz em uma dieta: se em um dia abusarem dos gastos, procurem segurar o bolso depois!
  • viagens a dois – uma viagem marcante não precisa ser cara. Planejem-se, escolhendo um roteiro que caiba no orçamento financeiro de ambos.
  • guarda-roupa – é natural querer se produzir e impressionar a pessoa amada, mas vá com calma. Cuide do seu bolso!

Fonte: Finanças Práticas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui