Início Saúde Física Medicamento para tratamento contra Linfoma Não-Hodgkin apresenta resultado positivo em pacientes

Medicamento para tratamento contra Linfoma Não-Hodgkin apresenta resultado positivo em pacientes

26
0

Nos últimos 25 anos, duplicou o número de pacientes que sofrem de Linfoma Não-Hodgkin, tipo de câncer no sangue. Segundo o INCA, esta doença é mais comum entre pessoas com mais de 60 anos, mas as razões ainda não são conhecidas.

Os fatores que podem contribuir para o desenvolvimento desta doença são: sistema imune comprometido, por meio de doenças genéticas hereditárias, uso de drogas e infecção pelo HIV; exposição a altas doses de radiação e a agentes químicos, como pesticidas, solventes e fertilizantes.

A boa notícia sobre o tratamento deste mal veio por meio da empresa de biotecnologia Roche, responsável pela pesquisa de produtos para a saúde. De acordo com informações da assessoria de imprensa da companhia, essa semana um estudo denominado GADOLIN, que está em sua terceira fase, observou 413 pacientes diagnosticados com o linfoma após e durante o tratamento com MabThera®(rituximabe).

Este medicamento, segundo a bula, é indicado para o tratamento dos linfomas não-Hodgkin indolentes de células B, um dos 20 tipos existentes, que não tenham respondido ou que tenha progredido durante ou após o tratamento padrão indicado pelo médico.

A pesquisa apresentou resultado positivo, mas ainda não foi concluída. Assim que estiver finalizado, o estudo será apresentado para a agência reguladora dos Estados Unidos, Food and Drug Administration, e para a Agência Europeia de Medicamentos (EMA), além de outras autoridades de saúde.

É importante lembrar que, caso haja a suspeita ou apresente esta doença, o paciente necessita passar por um médico especialista. Ele indicará os melhores tratamentos e medicamentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui