Início Saúde Física Garotos e Garotas “enXaqueca”

Garotos e Garotas “enXaqueca”

19
1

Cerca de 90% das crianças e adolescentes que vão ao médico com dor de cabeça saem do consultório com diagnóstico de enxaqueca.

Uma pesquisa recente realizada no interior de São Paulo avaliou mais de duas mil crianças e adolescentes com idade entre 5 e 13 anos.

No estudo, a prevalência maior de fortes dores de cabeça é na faixa etária dos 9 anos de idade. A pesquisa será publicada na Revista Científica Cephalagia.

Prevenir e Tratar é só começar!

Para que os pais não se desesperem sem motivo é bom lembrar que dores de cabeça nessa fase são normais. O que não diminui a importância de se fazer acompanhamento médico.

Nas meninas ela pode aparecer junto com a menstruação. Na alimentação, derivados do leite e condimentos como catchup e maionese são fortes aliados da dor.

Em 40% dos casos a enxaqueca desaparece ao longo da vida com ou sem a intervenção de medicamentos.

O importante em casos diagnosticados é manter hábitos que não favoreçam a dor e vigiar a qualidade da alimentação.

“Nada substitui o diagnóstico e tratamento médico. Se perceber que as crises de dor de cabeça são constantes não exite em procurar auxílio. Seu organismo e qualidade de vida agradecem!”

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui