Início Saúde Física Eletrocardiograma obrigatório para jovens atletas

Eletrocardiograma obrigatório para jovens atletas

38
0

Eles são jovens, sarados e atletas. Mas mesmo na melhor condição física mais de 80 jovens morrem por ano de parada cardíaca. Estudos recentes sugerem que a melhor maneira de prevenir os atletas da morte súbita é submetê-los a eletrocardiogramas (ECGs).

O experimento que já é praticado na Itália há quase 3 décadas foi mapeado e seu resultado é surpreendente. Cerca de 89% das mortes foram reduzidas em atletas na faixa etária de 14 a 35 anos.

O resultado fez com que a Sociedade Européia de Cardiologia e o Comitê Olímpico Internacional recomendassem o ECG a todos os atletas na faixa etária dos 14 aos 35 anos de idade.

Apesar da assertividade a decisão causa polêmica nos EUA diante do alto custo. Hoje a média gasta por atleta com exame físico e rastreamento de histórico médico custa US$ 111,00 e salva uma média de 0,56 vidas. No caso do eletrocardiograma obrigatório seria gasto algo em torno de US$ 89,00 a mais por atleta e a previsão de vidas salvas sobe para 2,06.

“Independente da obrigatoriedade, o Blog da Saúde apóia o estudo e o incentivo. Afinal, se esporte é símbolo de saúde, quanto vale uma vida?”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui