Início Saúde Física E se o seu fisioterapeuta fosse um robô?

E se o seu fisioterapeuta fosse um robô?

56
2

Imagine se o seu fisioterapeuta fosse um robô. Na Rede de Reabilitação Lucy Montoro isso já é uma realidade. O laboratório de robótica foi lançado sexta-feira, dia 11, na unidade Morumbi, para proporcionar uma alternativa inovadora no campo da reabilitação.  O melhor de tudo é que os robôs poderão ser utilizados gratuitamente pelo SUS.

As expectativas é que as máquinas ofereçam movimentos diferentes, eficazes, mais rápidos e precisos para pacientes com dificuldades de locomoção, viabilizando uma recuperação com mais qualidade.

O laboratório apresenta quatro robôs que trabalham os membros inferiores e superiores por meio de jogos virtuais:

InMotion: auxilio no movimentação de ombros, cotovelos e punhos.
Lokomot: para pacientes com incapacidade no aparelho locomotor.
Ergys: permite que pessoas com pouco ou nenhum movimento nas pernas possam pedalar.
Armeo Spring: para pacientes  com traumatismo crânio-encefálico ou outras afecções do sistema nervoso.

Os aparelhos são específicos para cada paciente, pois trabalham com movimentos exclusivos da área afetada. Dessa maneira, a tecnologia melhora a capacidade que o cérebro tem em se remodelar e faz com que ele se adapte à lesão que houve no corpo.

O laboratório de robótico é o primeiro do país e também da América Latina. Logo, será implantado na unidade Vila Mariana para alcançar mais pacientes. Como lembrou o secretário de Estado da Saúde, Giovanni Guido Cerri, “investimento em saúde é sempre um investimento que atende à maior necessidade da população”.

Lokomat (Imagem: Portal do Governo do Estado de São Paulo)

2 COMENTÁRIOS

  1. Excelente. O Governo precisa fazer com que tais tratamentos beneficiem a população carente, será uma guinada incrível na nossa saúde pública. E, é claro, vários deficientes voltarão a sorrir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui