Início Saúde Física DPOC – Você é vítima desta sigla?

DPOC – Você é vítima desta sigla?

74
8

Cansaço, falta de ar, tosse com catarro. Cuidado! O que parece apenas um forte resfriado pode ser a DPOC – Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica. A doença, que durante muito tempo foi caracterizada como “enfisema pulmonar” ou “bronquite crônica” tem ocorrência maior no inverno, quando o clima seco favorece a concentração de poluentes e causa vulnerabilidade das vias respiratórias. Segundo a Organização Mundial da Saúde – OMS ao redor do planeta já são 210 milhões de portadores da doença. Convidamos o Dr. Alberto Culkier, professor da USP – Universidade de São Paulo e coordenador da comissão de DPOC da Sociedade Brasileira de Pneumologia para esclarecer algumas dúvidas sobre a doença. Confira!

1)  A DPOC é mais comum em pessoas de que faixa etária?
A doença é manifestada, geralmente, após os 40 anos. Como está ligada ao tabagismo, os fumantes começam a fumar desde jovens e os sintomas vão se desencadear na fase adulta.

2) Há uma conexão direta entre tabagismo e DPOC?
Sim. Cerca de 85% dos infectados são fumantes.

3) E os fumantes passivos? São prejudicados com a mesma intensidade?
Os fumantes passivos são menos prejudicados. Os outros 15% das pessoas que tem a doença também podem ter adquirido através da poluição nas cidades,  pela inalação de substâncias na atividade profissional e/ou causas não conhecidas.

4) A ocorrência de DPOC pode ser genética?
Há pré-disposição, mas não é fator tão nítido como em outras doenças.

5) Qual é o tratamento indicado para este diagnóstico?
O tratamento mais eficaz é parar de fumar. Mas já que há outros fatores de risco, o tratamento também engloba a redução desses fatores. A vacina contra gripe e pneumonia também auxiliam do tratamento, assim como remédios que dilatam brônquios. A prática de atividades físicas é recomendada, pois a doença tende a diminuir a força muscular.

DPOC
Alvéolos são estruturas pulmonares, onde ocorrem as trocas gasosas durante a respiração. Na DPOC podem ser destruídos gerando uma dificuldade na oxigenação sanguínea.
*Este imagem utilizou como fonte de informação o site respireeviva.com.br
Quer saber mais? Clique aqui

8 COMENTÁRIOS

  1. sou portadora de dpoc grave grau 4 e gostaria de saber como conseguir auxilio doença, pois já tentei uma vez e o perito disse que o pulmão estava ótimo, moro no interior do espírito santo.

  2. Minha mãe tem DPOC., mas, desde novembro que ela vem tendo crise., já ficou internada por 2 vezes., melhora aí volta., qdo. falei com a doutora solicitou um acompanhamento de um psiquiatra., no qual fui no CAPS., e consegui o remédio., mas ela continua tendo crises de acocho., fica com agonia na cabeça., sempre tenho que acalmá-la., Isto é normal?

  3. ola sou sandra do rio de janeiro gostaria de saber onde faz tratamento de dpoc no riode janeiro gratuito pos sou portadoura desta doenca aguardo resposta obrigada

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui