Início Saúde Física Dia Nacional de Prevenção da Alergia

Dia Nacional de Prevenção da Alergia

65
0

92363762(2)Com a chegada do inverno e o crescente aumento do índice de poluição nas grandes cidades é hora de ficar alerta para as manifestações alérgicas e os cuidados com a saúde. É com este intuito que celebra-se anualmente, no dia 07 de maio,  o Dia Nacional de Prevenção da Alergia, data que chama a atenção da população para a importância da prevenção, diagnóstico e tratamento de cada tipo de alergia.

Segundo dados da WAO (World Allergy Organization), as doenças alérgicas afetam de 30% a 40% da população mundial, sendo que as mais comuns são a rinite e a asma. Somente estas afetam em torno de 10% a 20% da população e 80% dos indivíduos com asma têm rinite alérgica.

O fator que mais contribui para a ocorrência de rinite alérgica é a predisposição familiar, mas outros como os poluentes, substâncias químicas (perfumes, tintas, produtos de limpeza, inseticidas), ácaros e pelos de animais domésticos também podem irritar as vias aéreas, agravar a inflamação e os sintomas que, em geral, são corrimento nasal semelhante à coriza, espirros, coceira e obstrução nasal.

Por ser um processo inflamatório da mucosa nasal decorrente de uma reação exagerada a uma ou mais substâncias, chamadas de alérgenos, a rinite não tem cura, mas é possível mantê-la sempre sob controle. A asma também não tem cura, é uma doença crônica na maioria das vezes de origem alérgica familiar, portanto, deve ser acompanhada pelo médico ao longo da vida do paciente, mesmo naqueles períodos em que não há crises agudas da doença.

Para evitá-la, medidas simples como dar preferência a pisos que possam ser limpos com um pano úmido (pelo menos uma vez por dia), manter a casa arejada e ventilada, evitar o uso de tapetes, cortinas, carpetes, bichos de pelúcia e o contato com cães e gatos, tirar cobertores e tudo que não é utilizado com frequência do guarda-roupas e usar aspiradores com filtro  ao invés de vassouras e espanadores que espalham muito a poeira.

Como tratar a rinite:

O tratamento tem início com o controle do ambiente para reduzir a exposição aos fatores que desencadeiam a alergia, ou com medicamentos para conter os sintomas e a inflamação da mucosa nasal. Nesses casos, os medicamentos utilizados com mais frequência são os anti-histamínicos, descongestionantes, corticosteróides intranasais, entre outros. Alguns anti-histamínicos como, por exemplo, a loratadina, proporciona alívio dos sintomas alérgicos por 24 horas e não causa sonolência.

Como tratar a asma:

O objetivo do tratamento da asma é evitar as substâncias que desencadeiam seus sintomas e controlar a inflamação das vias respiratórias. Há dois tipos básicos de medicamento para tratamento de asma:  medicamentos de controle para prevenir ataques de asma e medicamentos de alívio imediato para usar durante os ataques. Os medicamentos de controle para a asma controlam seus sintomas se você não tiver asma branda. Você deve tomá-los todos os dias para que elas funcionem, mesmo quando você se sentir bem.

blog_piscando Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 35% da população brasileira tem alergia, doença considerada a 5ª maior causa de internações no SUS. Portanto, previna-se! 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui