Início Saúde da Mulher Dia Internacional da Mulher – Cuidados com a saúde feminina

Dia Internacional da Mulher – Cuidados com a saúde feminina

54
0

 Aproveitando o Dia Internacional da Mulher, é importante lembrar sobre os cuidados necessários com a saúde feminina.

Conforme o Instituto Nacional de Câncer (INCA), são esperados mais de 16 mil casos novos de câncer do colo do útero no Brasil somente em 2016. Isso significa um risco estimado de 15,85 casos a cada 100 mil mulheres. Além disso, a infecção por HPV (Human Papiloma Virus) também é uma das responsáveis por causar o câncer de colo de útero se não controlado.

Devido a estes números, o médico cirurgião oncologista do Hospital São Vicente – FUNEF, Marciano Anghinoni, faz um alerta para que as mulheres deem uma atenção especial para a saúde com a realização de exames preventivos com frequência. “A baixa procura e acesso a exames como o Papanicolau, por exemplo, é um fator que contribui com o aumento desse tipo de câncer. Por isso, é necessário que as mulheres busquem informações seja no posto de saúde ou no hospital mais próximo e tire as dúvidas”, explica.

O Papanicolau é um importante exame que é capaz de rastrear lesões ainda pré-cancerosas e assintomáticas, o que ajuda na prevenção do câncer ou na obtenção de sucesso no tratamento de doenças em fase inicial. “É extremamente importante que as meninas, já na adolescência, visitem um ginecologista para saber como está a saúde. As mulheres mais velhas também não podem deixar de conversar com o médico e devem realizar exames como a mamografia, por exemplo”, pontua o médico.

O oncologista alerta que é fundamental que as mulheres a partir dos 40 anos realizem, pelo menos, uma mamografia por ano, medida que pode evitar o câncer de mama, um dos que mais cresce no mundo. Isso porque alguns tumores menores são pequenos demais para serem detectados por palpação, então a mamografia é altamente recomendada. “Quando diagnosticada e tratada ainda em fase inicial, as chances de cura da doença chegam a até 95%”, explica Anghinoni.
Além dos exames e das consultas, as mulheres devem buscar por hábitos saudáveis de vida. A prática de exercícios aliada à alimentação saudável é um excelente passo para a manutenção da saúde. “Toda mulher deve ficar atenta às mudanças no corpo e consultar um médico com frequência. A prevenção ainda é o melhor remédio para a nossa saúde”, finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui