Início Saúde do Homem Dia do Homem: Homens poderão realizar exames gratuitos entre hoje e amanhã

Dia do Homem: Homens poderão realizar exames gratuitos entre hoje e amanhã

42
0

34673853A Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), em parceria com a Bayer HealthCare Pharmaceuticals, vai realizar uma ação de comemoração do Dia do Homem que contará também com um mutirão no Metrô Sé. O mutirão acontecerá entre hoje e amanhã e os homens poderão realizar gratuitamente medição de glicemia, exames de IMC, peso, altura e pressão arterial e contar com orientação sobre cuidados básicos com a saúde a fim de prevenir doenças como diabetes, hipertensão, entre outras.

A data também marca a divulgação de uma pesquisa realizada com 5.000 homens para detectar como eles cuidam da saúde. A pesquisa aconteceu em São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Brasília, Porto Alegre e Belo Horizonte. E revelou que 44% dos entrevistados nunca foram a uma consulta com um urologista nem fazem exames preventivos. “Isso é o retrato de como a gente cuida da própria saúde”, analisou Henrique Rodrigues, diretor da SBU.

“O que a gente vê é uma falta de preocupação das pessoas em geral com o cuidar da própria saúde. Isso de forma mais abrangente. Não diz respeito somente a cuidar da próstata”, acrescentou Rodrigues. Ele avaliou que, apesar dos dados do levantamento, o preconceito em torno da ida ao urologista, relacionado ao exame de próstata, vem diminuindo.

A SBU defende a ampliação dos centros de Saúde do Homem com atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS), visando a aumentar o acesso da parcela masculina da população aos exames para diagnóstico de câncer de próstata. Rodrigues disse que os ambulatórios de urologia dos hospitais ligados ao SUS estão preparados para fazer esse tipo de exame. “A nossa luta é para ampliar o acesso. Ele já existe, mas não consegue atender à demanda de pacientes que necessitam desse exame”.

Rodrigues destacou que a incidência de homens que precisam de reposição hormonal vai aumentando à medida que eles vão ficando mais velhos. Por isso, a necessidade de procurar um tratamento adequado. “O nosso corpo não é compartimentado. Existe uma correlação grande entre todos os órgãos. O nível de testosterona é importante para vários sistemas”. De acordo com a pesquisa, somente 24% dos homens entrevistados sabem que existe o tratamento com reposição hormonal para controlar os níveis de testosterona.

blog_piscandoA SBU busca, no Congresso Nacional, criar uma frente parlamentar para atuar na área de saúde do homem, de modo a ampliar esse serviço no país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui