Início Saúde Ambiental “Deixe as baleias namorarem”

“Deixe as baleias namorarem”

90
0
Imagem: Greenpeace

Você sabia que o Brasil detém a mais importante zona de biodiversidade do Atlântico Sul? Ela se chama Abrolhos, é um arquipélago no litoral da Bahia que abriga corais de até 7 mil anos de idade e 1300 espécies, sendo que quarenta e cinco já estão ameaçadas de extinção.

Foi lá que nasceu o primeiro parque nacional marinho do Brasil, em 1983. E, além disso, de junho a novembro, a região é usada pelas baleias jubarte para acasalamento. Vindas da Antártida, elas usam as águas quentinhas (24 °C) de Abrolhos para se reproduzirem e amamentar os filhotes.

Mas não estão deixando as jubarte namorarem em paz, pois a região está sendo cobiçada pela indústria petroleira.  O que vem colocando o ciclo reprodutivo das baleias e todas as espécies que lá vivem em risco. Isso sem contar com as mais de 80 mil pessoas que sobrevivem do turismo e pesca local.

Abrolhos não resistiria aos danos causados por poluição ou vazamento de um desastre como o do Golfo do México, que derramou cerca de 700 milhões de litros de petróleo no mar. Todavia, treze blocos de exploração já foram licitados pelo governo para dez empresas petrolíferas.

Foi pensando nisso que o Greenpeace Brasil, juntamente com a AlmapBBDO, lançou a campanha “Deixe as baleias namorarem”, pedindo ao governo e às empresas uma moratória de 20 anos na exploração de gás e petróleo da região.

Assista abaixo aos vídeos da Campanha:

Entenda os danos que a comunidade pode sofrer:

Não deixe esse Sítio do Patrimônio Mundial Natural se transformar em mais uma zona de exploração de petróleo. Para ajudar, há um abaixo-assinado, um aplicativo e cartões postais disponíveis no site da Campanha.

Vamos deixar as baleias namorarem! – As baleias jubarte passaram por séculos de caça comercial e quase foram dizimadas. A sua caça foi proibida há 40 anos, mas elas ainda são consideradas pelo Ibama como uma espécie vulnerável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui