Início Saúde Física Dia Mundial do Coração Como os pensamentos prejudicam a saúde

Como os pensamentos prejudicam a saúde

56
0

Há uma área da psicologia denominada Psicossomática, que trata da intercomunicação entre a mente e o corpo.

Sabe-se que toda doença tem um fundo emocional. As pessoas angustiadas, nervosas, preocupadas, tristes, iradas e pessimistas possuem o sistema imunológico abalado. O motivo é que o sofrimento emocional e psicológico produz cortisol, hormônio responsável pelo estresse. Este provoca a entrada intensa de substâncias químicas e hormônios prejudiciais na corrente sanguínea.

Algumas emoções negativas, como ansiedade crônica, depressão, raiva e hostilidade estão intimamente ligadas ao ataque cardíaco e ao acidente vascular cerebral.

Os pensamentos positivos, a fé, o otimismo e a risada proporcionam resultados benéficos à saúde do coração e ajudam no prolongamento da vida.

A psicóloga da Victory Consulting fornece algumas dicas para manter a mente e o corpo sadios:

– Fale de seus sentimentos. Emoções reprimidas geram doenças, como a gastrite, a úlcera, as dores lombares e na coluna. Com o tempo, a repressão dos sentimentos pode tornar-se um câncer. A conversa é um poderoso remédio e uma excelente terapia.

– Exercite o corpo e a mente. A ioga melhora os fatores de risco para doenças cardíacas. A meditação provoca benefícios generalizados ao organismo. A prática não só acalma a mente, como também alivia a ansiedade, diminui a pressão arterial, evita o estresse diário, aumenta a produtividade e combate as doenças cardiovasculares.

– Cultive seus pensamentos positivos. A energia positiva previne doenças.

– A indecisão gera dúvida, ansiedade e angústia, além de acumular problemas, preocupações e agressões. A história humana é feita de decisões. Para decidir é preciso saber renunciar, perder e ganhar vantagens. As pessoas indecisas são vítimas de doenças nervosas, gástricas e problemas de pele.

– Busque soluções. Pessoas negativas não enxergam soluções e aumentam os problemas, por preferirem lamentação, murmuração e o pessimismo.

– Não viva de aparências! Quem esconde a realidade, finge que está tudo bem, quer mostrar-se forte, perfeito, bonzinho. Mas, na realidade, está acumulando toneladas de peso. É uma estátua de bronze com pés de barro. Nada pior para a saúde que viver de aparências e fachadas. São pessoas com muito verniz e pouca raiz. Seu destino é a farmácia, o hospital, a dor.

– Aceite-se! A rejeição de si próprio e a ausência de autoestima, faz com que sejamos algozes de nós mesmos. Ser eu mesmo é o núcleo de uma vida saudável. Os que não se aceitam são invejosos, ciumentos, imitadores, competitivos e destruidores. Aceitar-se é sabedoria, bom senso e terapia.

– Confie! Quem não confia, não se comunica, não se abre, não se relaciona, não cria liames profundos, não sabe fazer amizades verdadeiras. Sem confiança, não há relacionamento. A desconfiança é falta de fé em si, nos outros e em Deus.

– Não viva sempre triste! O bom humor, a risada, o lazer e a alegria

 recuperam a saúde e trazem vida longa. A pessoa alegre tem o dom de contentar o ambiente em que vive. A felicidade contribui para que você viva mais.

– Tenha uma boa noite de sono. O sono pode fazer maravilhas para seu humor e para seu coração também. Dormir muito pouco, assim como demais, está associado a doenças cardiovasculares.

– Pratique atividade física. Além de aliviar o estresse, o exercício físico também alivia a depressão, ajuda a diminuir os níveis dos hormônios do estresse e aumenta os das substâncias químicas no cérebro que promovem o bem-estar. Além disso, proporciona uma pausa mental do pensamento negativo e uma chance de começar a perceber as coisas boas na sua vida.

Lembre-se: Aproveite a vida!  Aprenda a dizer não, tire férias, mantenha um círculo social, ajude as pessoas, controle o estresse, mantenha a calma e a paciência, respire profundamente, evoque sentimentos de amor, deixe o ressentimento ir embora, perdoe a si mesmo e tenha uma crença espiritual.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui