Início Saúde Ambiental Coletores menstruais e o fim dos absorventes

Coletores menstruais e o fim dos absorventes

89
1

As mulheres passam por uma situação desconfortável todo mês. Já virou rotina, ficou normal, mas não deixa de ser desconfortável. É necessário dar um pulinho na farmácia ou mercado e comprar o absorvente, interno ou externo, tomar cuidado com os vazamentos e torcer para que não seja uma época de viagens com piscina e atividades físicas. Usamos uns 3 ou 4 por dia, descartamos, usamos mais no outro dia, descartamos… E assim vai até o ciclo terminar.

Sabe quantos absorventes são descartados ao longo da vida fértil da mulher? São aproximadamente 10 mil, que geram cerca de 100kg de lixo, que demoram 100 anos para se decompor. Imagina o tanto de lixo originado pelas mulheres por esse motivo! (olha que tem muita mulher no mundo, hein?)

Graças aos movimentos ecológicos e de sustentabilidade pelo mundo, a questão dos absorventes foi observada e uma solução sustentável apareceu. Aliás, uma solução não só em prol do meio ambiente, mas também ao conforto da mulher.

Uma tendência altamente difundida pela Europa, Estados Unidos e Canadá, chega ao Brasil. Se trata de coletores menstruais. Pode não parecer muito atrativo pelo nome, mas quem já usou garante que vale a pena. Quem sabe esse não é o fim dos absorventes?

Os coletores têm um formato de copinho feito de silicone flexível, um material que não machuca e pode ser lavado e esterilizado ao em vez de ser descartado a cada ciclo. Na verdade, esses coletores podem durar mais de 5 anos se usados e lavados da maneira correta. A diferença dele para os absorventes internos é que ele não absorve a menstruação, apenas a coleta.

Uma vantagem oferecida pelos coletores é que pode ser usado por 12 horas seguidas, sem preocupações de vazamento ou de restrições para curtir uma piscina, praia e praticar exercícios físicos. É um produto hipoalergênico e, ao contrário de absorventes comuns, não interfere na umidade natural da vagina. Uma super vantagem também é que ele não exala odores, pois não há proliferação de bactérias enquanto o sangue não entra em contato com o ar (o que não ocorre com os coletores por serem usados internamente).

Veja a ilustração abaixo de como utilizar o produto:

Imagem: Miss Cup

Fazendo umas continhas simples, você verá que o coletor menstrual também é uma forma de economizar dinheiro com os absorventes. Levando em conta que a mulher gasta em torno de R$80,00 por ano com absorventes e o preço de um coletor varia de R$65,00 a R$80,00 e dura mais de 5 anos, fica claro que você economiza bastante dinheiro!

A empresa brasileira que disponibiliza os coletores é a Miss Cup. Você pode entrar no site para ler depoimentos de mulheres que utilizam, aprender mais sobre o produto e, quem sabe, comprar o seu 😉

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui