Início Saúde Ambiental Bituca de cigarro vira adubo

Bituca de cigarro vira adubo

50
11

Um projeto lançado esta semana na cidade de Votorantim (SP) encontrou uma solução para as centenas de milhares de bitucas de cigarro que são jogadas fora diariamente: a coleta e transformação dos restos de cigarros em adubo orgânico.

O material recolhido servirá de adubo para plantas em projetos de recuperação ambiental. O trabalho envolve a prefeitura e empresas de reciclagem.

O problema das bitucas nas ruas das cidades paulistas aumentou desde que a criação da lei antifumo, em 2009, que proibiu o cigarro em recintos fechados.

Como funciona?

Coletores de pontas de cigarro, desenvolvidos pela Poiato Recicla, serão colocados em locais estratégicos da cidade, como a entrada de bancos, restaurantes e prédios públicos. A prefeitura fará campanha para incentivar seu uso.

O material será recolhido regularmente e encaminhado para outra empresa, a Conspizza, em Uberlândia (MG), responsável pelo processo de compostagem. Após a retirada dos metais pesados e outros componentes agressivos, os restos de cigarro serão misturados a um composto orgânico e resíduos vegetais.

Votorantim, que hoje conta com cerca de 120 mil habitantes, vai bancar parte do custo com a coleta e a destinação do material, mas espera fazer parcerias para dividir a despesa.

O meio ambiente agradece

De acordo com o sócio da Poiato Recicla, Marcos Poiato, embora pareça inofensiva, a ponta de cigarro traz sérios problemas ambientais. “Está comprovado que 20 bitucas num manancial geram poluição equivalente a de um litro de esgoto”, enfatiza.

Os problemas não param por ai:

– Pesquisas apontam que os restos de cigarro representam quase um terço do lixo lançado nas ruas e calçadas;

– Uma bituca de cigarro leva de um a dois anos para se decompor quando jogada no solo;

– O Brasil produz, anualmente, 140 bilhões de cigarros e cada bituca leva, em média, dois anos para se decompor na natureza.

* Com informações da Agência Estado.

11 COMENTÁRIOS

  1. Quero lhe informar que esta matéria eu retirei da Revista: Meu própio negócio, sendo direcionado fonte para Agência Estado.
    Por hora, lhe darei créditos pois não sei de onde veio o teor do conteúdo
    Obrigado
    Mauricio SAntana
    Grupo Atomic

  2. Moro no Litoral Norte , gostaria de dezenvolver agum projeto para praias ,aqui o que + se vê e polui as praias são as bitucas em que V Cs pode me ajudar.
    ARRUDA

  3. ola qual é o nome do autor deste texto? estou fazendo um trabalho a respeito e preciso do autor… obrigada

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui