Início Saúde Ambiental Azeitoninha-das-nuvens em busca de novos ares para sobreviver…

Azeitoninha-das-nuvens em busca de novos ares para sobreviver…

44
0

A Conferência de Compenhague (COP-15) acabou nesse sábado, 19, depois de duas semanas de reunião entre os 193 países que discutiram o futuro no nosso planeta. Mas os resultados não são muito animadores para quem esperava por um grande plano de ação em favor da vida no planeta.

Não se chegou nem mesmo a um acordo firmado entre todos os países para assinar o tratado que irá substituir o Protocolo de Kyoto, que já não contava com a participação dos EUA, um dos países que mais contribuem para o aquecimento global.

Uma notícia torna o fato ainda mais preocupante. A Folha de S. Paulo divulgou hoje, matéria sobre uma nova espécie de planta que já pode estar ameaçada de extinção.

Isso porque a espécie tem origem em uma floresta nebular, ou seja, floresta que tem presença constante de nuvens, que ameaçam a migrar para uma região ainda mais alta por conta do aquecimento global.

O nome de batismo da nova espécie é azeitoninha-das-nuvens, e seu nome científico é Symplocos atlântica. Atualmente, ela se localiza em uma região muito alta da Mata Atlântica, cerca de 1.100 metros acima do nível do mar.

Pode se dizer que a preocupação não se volta apenas para essa nova espécie, mais sim para todas as espécies que vivem no habitat na floresta nebular.

O que será que os governos mundiais farão daqui para frente? Ajudar os países mais pobres com U$$ 100 bilhões até 2020 não é o bastante para acabar com as consequências devastadoras que acontecem no mundo a cada segundo. É necessário um plano de ação eficiente que conte com a colaboração de todos os países, algo que não foi feito durante as duas semanas de conferência.

Os impactos globais estão cada vez mais devastadores.
Qual sua opinião sobre o que aconteceu na COP-15? Comente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui