Início Saúde Social Até sexta, os postos de saúde receberão novas doses da vacina contra...

Até sexta, os postos de saúde receberão novas doses da vacina contra gripe H1N1

94
5

Desde a semana passada, diversos postos de saúde notificaram a falta de vacinas contra a gripe H1N1. Segundo o Ministério da Saúde, até a sexta-feira (13), todos os estados receberão mais doses, até que 100% delas sejam entregues. Por enquanto, 93% do total das doses foram distribuídas. Em nota, o MS explicou que não há falta de produto. Há uma reserva técnica com mais de 4 milhões de doses e todo o público-alvo conseguirá ser vacinado.

As doses são distribuídas para os estados em etapas, pois, de acordo com o Ministério da Saúde, o laboratório produtor fabrica e as distribui conforme são preparadas as doses. De qualquer maneira, a campanha de vacinação seguirá até o dia 20 de maio e todos conseguirão ser imunizados. “O Ministério da Saúde adquiriu doses em quantidade superior ao público-alvo, o que chamamos de reserva técnica. Portanto, não há necessidade de correria aos postos de saúde porque tem vacina para todos que fazem parte do público-alvo”, observou o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Antônio Nardi.

Público-alvo

  • Pessoas a partir de 60 anos,
  • Crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias),
  • Trabalhadores de saúde,
  •  Povos indígenas,
  • Gestantes,
  • Puérperas (até 45 dias após o parto),
  • Pessoas privadas de liberdade – o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas,
  • Funcionários do sistema prisional,
  • Pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis, que inclui pessoas com deficiências específicas (para esse grupo não há meta específica de vacinação).

A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Essa definição também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe. São priorizados os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias.

5 COMENTÁRIOS

  1. No ABC Paulista, São Caetano do Sul,, as vacinas acabaram. Não há vacians para dar a 2ª dose em crianças. O Ministério não irá repor essas vacinas?

    • Olá, Milton.
      As doses enviadas pelo Ministério da Saúde na última sexta-feira ainda não foram distribuídas pela prefeitura de São Caetano do Sul. As UBSs da região não souberam informar a data de recebimento das vacinas. Ligue para o posto mais próximo da sua casa para saber.
      Já na região de São Bernardo do Campo, há vacinas ainda disponíveis em algumas Unidades e outras receberam ontem novas doses.
      Abraços

      • Acho que há problema de feed back, em vossa informação. As Prefeituras do ABC, não foram agraciadas com a remessa de vacinas, na sexta(13.05.16), conforme noticiado no BLOG DA SAÚDE. Liguei para os Municipios vizinhos, e a informação é a mesma. Não houve remessa e não há perspectivas na distribuição, do Ministério da Saúde para o Estado de SP, pois alcançou a meta(???). Mas e as vacinas para a 2ª dose para as crianças, não serão distribuidas?

        • Olá, Aldana.
          Há cidades que já receberam 100% das vacinas. Ou seja, não receberão mais doses.
          As unidades de São Caetano aguardam por novas vacinas, mas sem previsão.
          Já em São Bernardo, há locais que ainda estão com vacina disponíveis e outros que receberão novas doses.
          Abraços

  2. As vacinas terminaram em SAO CAETANO DO SUL, para 2ª dose das crianças. Não foram entregues na sexta, dia 14.05, como em tela. Existe previsão? Grato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui