Início Destaque As profissões menos saudáveis

As profissões menos saudáveis

78
4

Trabalhos manuais ou administrativos, ao ar livre ou dentro de um escritório, criativo ou rotineiro – todas as profissões têm seus benefícios e seus riscos. Alguns, possuem condições perigosas de trabalho, enquanto outros podem desgastar lentamente a saúde mental e física com suas longas horas de expediente, estresse e ambientes de trabalho nada positivos.

O site Health reuniu profissões de cada tipo, mas de acordo com o Dr. Chosewood, médico sênior do Escritório de Estratégias e Inovações no Centro para Controle de Doenças e Prevenção em Atlanta elas podem melhorar suas condições. “Quando uma empresa investe no bem-estar dos funcionários, quase qualquer emprego pode ser positivo para a saúde.”

1. Bombeiros/Policiais – Ambas as profissões possuem altos índices de ferimentos, doenças e fatalidades relacionadas ao próprio trabalho, de acordo com o Bureau of Labor Statistics – mas não é o único motivo pela qual elas estão na lista. “Trabalhar com emergências é muito estressante”, diz o Dr. Chosewood. “Mais bombeiros morrem de ataques cardíacos no trabalho do que ao entrar em um prédio pegando fogo. É imprevisível, ter que ir do 0 ao 100 em um curto espaço de tempo; você deve ficar alerta a todo momento.” Expedientes longos, privação de sono e hábitos alimentares ruins no ambiente de trabalho também ameaçam a saúde desses trabalhadores.

Imagem: Health

2. Profissões de escritório – Muito provavelmente não enfrentam os perigos que um policial enfrentaria, mas evidências crescentes sugerem que o sedentarismo, o estilo de vida dentro dos escritórios, está entre os 10 motivos que causam danos à saúde a longo prazo. Sentar o dia inteiro está relacionado com dores nas costas, lesões repetitivas por estresse, obesidade, aumento do risco de doenças cardíacas e uma longevidade encurtada – mesmo para as pessoas que arranjam tempo para se exercitar antes ou depois do trabalho. E o que você pode fazer? Faça intervalos durante o dia, levante-se, ande um pouco ao ar livre e respire fundo!

Imagem: Health

3. Trabalhos manuais – Profissões que lidam com objetos pesados e maquinários são arriscadas. Existem 65,040 casos de acidentes e doenças entre os trabalhadores de estoque que movimentam materiais, um número maior do que em qualquer outra profissão. “Algumas das profissões mais tradicionalmente conhecidas como de alto risco – agricultores, pescadores, mineiros, fazendeiros – continuem sendo considerados como tal, mas agora atingem apenas pequenas porções da população,” explica o médico. Outra profissão manual que está no topo da lista de acidentes e doenças do Bureau of Labor Statistics são os lixeiros e garis. A pior ocupação, de acordo com o Piores Trabalhos de 2012, foram os lenhadores.

Imagem: Health

4. Advogados – Eles possuem índices mais elevados de estresse e depressão do que o restante da população. Um questionário de 2007 descobriu que apenas 4 entre 10 advogados recomendariam a carreira para outros. Normalmente, o serviço é cobrado por hora, o que causa os dias de trabalho a serem longos e tumultuados. Jovens que aderem à carreira não têm muita autonomia, isso se conseguirem um emprego.

Imagem: Health

5. Médicos/Enfermeiros/Folguistas – Ironicamente, os responsáveis por manterem o resto do mundo saudável nem sempre estão em condições de cuidarem de si próprios. Folguistas – como enfermeiros e médicos – enfrentam privação de sono, elevação dos hormônios de estresse e um aumento do risco de diabetes, doenças cardíacas e síndrome do intestino irritável. Estudo publicado no Journal of Nursing Administration neste ano revela que 55% dos enfermeiros entrevistados eram obesos. Aqueles que trabalham longas horas e não precisam realizar atividades físicas estão no grupo de risco.

Imagem: Health

6. Empregados de varejo – Quando o assunto é benefícios como planos de saúde, são os empregados com baixa remuneração que ficam de fora. “Mesmo se o plano for oferecido para compra, muito dos empregados não poderão pagar e escolherem ficar sem ele,” disse o Dr. Chosewood. Esses empregos – incluindo caixas de mercado, vendedores e garçons – também são insatisfatórios para os funcionários e de baixa remuneração, além de ser fisicamente estressante. Mulheres que trabalham com restaurantes têm maior chance de ficarem depressivas do que aquelas que estão em outras carreiras.

Imagem: Health

7. Motoristas – De acordo com o Bureau of Labor Statistics, motoristas de ônibus tinham os maiores índices de acidentes e doenças entre todas as outras ocupações observadas em 2012. Motoristas de caminhão e entregadores ficaram logo atrás. Sendo o veículo taxi, caminhão ou ônibus, todo motorista encara longas horas atrás do volante, respira fumaça dos exaustores de outros carros e come muito fast food. Entre quem trabalha com transporte, dormir no trabalho é comum pela privação de sono ou horários noturnos de trabalho. Com isso, os acidentes com veículos é uma das causas predominantes de fatalidades no ambiente de trabalho dos Estados Unidos.

Imagem: Health

 

4 COMENTÁRIOS

  1. Todas as profissões tem seus momentos mais estressantes, mas de fato ser policial ou bombeiro deve ser mais arriscado por conta das inúmeras situações de risco.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui