Início Saúde Física Aproveite as férias com saúde

Aproveite as férias com saúde

68
0

fériasMuitas famílias aproveitam o recesso escolar de julho para passar viajar e passar as férias fora de casa. Definir o roteiro, comprar as passagens e reservar o hotel, tudo isso faz parte da programação, mas o que muita gente acaba esquecendo é que é preciso tomar medidas para evitar problemas de saúde durante a viagem. Doenças como gripe, coqueluche, sarampo podem ser prevenidas com vacinas para não estragar as férias.

Hoje o Brasil já possui Centros de Medicina de Viagem, tanto públicos como particulares, nos quais os médicos dão orientações para evitar que as doenças coloquem em risco a saúde do viajante. “As recomendações variam de pessoa a pessoa”, afirma a médica Isabella Ballalai, membro da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm). “Além das condições de saúde do paciente, o médico avalia o destino, a duração, o objetivo da viagem, como também as atividades programadas ”, ressalta.

VACINAS

A proteção contra o sarampo é recomendada para quem viaja para qualquer lugar do mundo. Essa doença é prevenida pela vacina tríplice viral, que evita também a rubéola e a caxumba. Embora o Brasil esteja livre do sarampo, o vírus dessa doença ainda circula em países da Europa e da Ásia, como França, Espanha, Alemanha, Polônia e Japão. “Recentemente, uma brasileira de mais de 60 anos passou uma temporada na Itália, contraiu sarampo e só descobriu o problema no Brasil”, contou Isabella Ballalai.

A volta da coqueluche é uma tendência verificada não só no Brasil, mas em países como Estados Unidos, Austrália e Reino Unido. Por isso, deve ser prevenida. “Quem vai viajar para alguns países da Ásia e a África, pode usar a vacina que, além da coqueluche, evita a poliomielite, a difteria e o tétano”, informa a presidente da SBIm do Rio de Janeiro.

A médica Lucia Bricks, diretora de Saúde Pública da Sanofi Pasteur, ressalta que ao contrário do que muitos acreditam, a infecção natural e a vacinação prévia contra coqueluche não conferem proteção por toda a vida. “Por isso, é importante vacinar contra essa doenças não apenas pessoas que pretendem viajar para áreas onde foram identificados surtos da doença”, observa.

Como boa parte do território nacional é considerada área de risco para a febre amarela, os viajantes que vão passear nessas regiões precisam se precaver contra a doença. Há também países que exigem o certificado da vacina contra a febre amarela, porque o Brasil é considerado área endêmica para a doença.

As vacinas contra as hepatites virais também estão entre aquelas recomendadas para os viajantes. De transmissão fecal-oral, a hepatite A é transmitida por água e alimentos contaminados com as fezes de uma pessoa doente, o que ocorre principalmente em locais com problemas de saneamento básico. A vacina contra a hepatite B tem recomendação universal. E deve ser tomada, principalmente, para quem vai à Amazônia, que é uma região onde a doença é prevalente. No Brasil, ela é administrada gratuitamente nos postos de saúde para pessoas até 49 anos.

blog_piscandoAmareloNão deixe que nenhuma doença atrapalhe suas férias, previna-se! 😉

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui