Início Saúde Ambiental Agropecuária x Desmatamento:quantos bois por essa briga?

Agropecuária x Desmatamento:quantos bois por essa briga?

42
2

Os dados oficiais não mostram, mas os danos ao meio ambiente causados pela agropecuária assustam. Os alvos de programação para diminuição de emissões concentra-se na maioria das vezes no setor energético e de desmatamento.

Você então deve se perguntar o que os pobres bois têm a ver com isso? O que acontece é que os gases produzidos no estômago do boi geram muito metano. O gás metano para se ter ideia é cerca de 21 vezes mais forte que o CO2. Seus dejetos, quando não manejados de maneira correta também contribuem para a liberação do gás na atmosfera.

Um período estudado entre os anos de 1994 e 2005 demonstrou um percentual de 26,6% de crescimento na emissão de gases diretamente relacionada à atividade agropecuária. Além dos problemas destacados acima há também a questão de manejo do solo. Na mesma pesquisa, o percentual somado sobre desmatamento e transformação de áreas agricultáveis em pasto responde por 26,6%.

O Blog da Saúde ouviu a Dra. Roberta Gasparotto, advogada especializada em Direito Ambiental para saber quais são os caminhos para a solução desse problema. Confira!

1) Por que a importância do peso da agropecuária as emissões brasileiras é ignorada até pelo Ministério do Meio Ambiente?
As emissões da gropecuária brasileira são ignoradas devido à sua importância comercial. O rebanho bovino mundial é de um bilhão de cabeças, sendo que o Brasil tem o maior rebanho bovino comercial do mundo, com cerca de 204,7 milhões de cabeças e atualmente lidera as exportações mundiais. O volume exportado representa mais de 30% de participação no mercado mundial. O total das vendas desse produto para o exterior representa 7% de todas as exportações brasileira s. Além disso, o Brasil é uma das poucas nações com capacidade para expandir sua área de pastagem (de aproximadamente 200 milhões de hectares).

2) Qual a diferença de efeito do gás metano e do CO2 no meio ambiente?
O gás metano é um dos gases causadores do Efeito Estufa, que é o grande responsável pelo aquecimento global. O gás metano tem potencial de aquecimento 21 vezes superior à do Dióxido de Carbono. Não podemos esquecer que as fezes dos animais liberam Óxido Nitroso, que tem potencial de aquecimento 310 vezes superior ao Dióxido de Carbono. Além destes gases ainda há a preocupação com o CO2, gas liberado quando há o desmatamento de florestas para formação de pastos.

3) Confinar os animais e plantar cana de açucar em solo degradado ajuda?
A pecuária gera uma quantidade significativa de dejetos, que apresentam elevado potencial poluidor, de águas, solo e ar. O confinamento dos animais já é uma metodolgia aprovada pela Convenção Quadro das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (CQNUMC). É conhecida como: ACM0010 “Metodologia consolidada de linha de base para redução de emissão de gases do efeito estufa provenientes do sistema de manejo do esterco”. Esta metodologia prevê que os animais devem estar confinados, seus dejetos devem ser coletados e, com auxílio de um biodigestror deve-se realizar a queima do gases oriundos dos dejetos, podendo ainda gerar energia elétrica. A pecuária é também o setor que mais ocupa terras no Brasil.  De acordo com IBGE, há 172,3 milhões de hectares no Brasil utilizados com pasto e, caso os animais sejam confinados esta área ocupada pode ser diminuída. No tocante à plantação de cana-de-açúcar em solo degradado, estudos da equipe da USP comprovam que este tipo de plantio é uma boa forma de reter mais carbono no solo.  No entanto, são necessários cuidados para que os animais que ali estavam antes do plantio não sejam removidos para outro lugar causando mais desmatamento.

*Roberta Gasparotto é graduada em Direito pela Universidade Estadual de Londrina e especializada em Direito Ambiental pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP desde 2007. OAB SP 254.583. O contato com a profissional pode ser feito através do e-mail: robertagasparotto@uol.com.br .

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui