Início Novidades ANS Acordo entre redes pública e privada garante atendimento médico na Copa

Acordo entre redes pública e privada garante atendimento médico na Copa

28
0

O Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) anunciaram medidas para a integração dos sistemas público e privado de saúde  durante a Copa do Mundo, onde, inclusive, haverá liberação mais ágil de leitos do SUS. O termo de compromisso será assinado por 32 operadoras de planos de saúde e a ANS, com o objetivo de agilizar a assistência aos beneficiários durante o evento.

O termo assinado pelas operadoras garante o atendimento em rede hospitalar para aqueles beneficiários que estão temporariamente em atendimento na rede pública.  O funcionamento seguirá da seguinte forma: cada operadora disponibilizará entre os dias 12 de junho e 13 de julho um número de telefone exclusivo para atendimento à Central de Regulação Pública. Desta forma, facilitará o encaminhamento dos pacientes aos hospitais de redes credenciadas.

O diretor-presidente da ANS, André longo, acredita ser fundamental a colaboração de todo o setor privado. “Embora nossa expectativa seja a de não haver grandes impactos no sistema de saúde, precisamos prever os riscos e estar preparados para o aumento da demanda por assistência”, declarou o diretor em nota no site da ANS.

As operadoras terão até o dia 26 de maio para apresentar a grade de referências de hospitais de urgência e emergência com o perfil das suas respectivas unidades assistenciais para que a ANS encaminhe essas informações para a Central de Regulação Pública.

O secretário executivo do Ministério da Saúde, Fausto Pereira dos Santos, declarou que a assinatura do termo formaliza um conjunto de iniciativas em prol da assistência à saúde no país. “É um grande legado que a Copa do Mundo nos deixará”, conclui.

A iniciativa da integração entre as redes privada e pública partiu das Diretrizes Nacionais para Planejamento, Execução e Avaliação das Ações de Vigilância e Assistência à Saúde em Eventos de Massa.

Fonte: ANS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui