Ocultar

A história do menino mais solitário do Reino Unido

A nossa esperança na humanidade acontece no momento que conhecemos histórias como o de Aaron Anderson, menino de 10 anos, morador de Out Skerries, uma ilha escocesa.

Ele é o único aluno de uma escola da ilha, onde há apenas 70 habitantes, e tem como amigos cães, patos e ovelhas. Seus irmãos, assim como os alunos mais velhos da escola, foram para uma escola secundária fora da ilha. Aaron só os encontra aos fins de semana e durante as férias. A história do menino foi publicada no jornal britânico The Telegraph, onde afirmava que ele era o “menino mais solitário do Reino Unido”.

Ao ler a história de Aaron, Ross McMahon, 25 anos, organizou uma campanha para enviar postais de Natal para o garoto por meio de uma comunidade de uma rede social. O que impressionou o rapaz foi a quantidade de pessoas que desejaram participar da ação.

Todos tinham até o dia 7 de dezembro para postar o cartão de natal e chegar no dia 25 de dezembro na ilha.

Em entrevista ao jornal El País, Ross explicou que ele “sentiu-se numa posição em que poderia fazer algo a respeito”. A ideia é fazer o menino feliz e mostra-lo que ele não está sozinho.

As crianças muitas vezes dão lições nos adultos, principalmente quando o assunto é solidariedade.

Nesta semana, uma linda história envolvendo um estadunidense de 8 anos foi notícia em diversos países.

Há mais de dois anos, Christian McPhilamy decidiu começar a deixar o cabelo crescer para que ele pudesse doá-lo para crianças com câncer. A ideia surgiu após ele assistir a um comercial na televisão, onde pacientes de um hospital infantil apareciam para pedir que as pessoas doassem cabelo para que perucas sejam produzidas para as crianças que lutam contra o câncer.

Christian e sua mãe pesquisaram sobre o hospital e o menino ficou decidido em deixar o cabelo crescer para poder doá-lo. Em entrevista a um jornal dos Estados Unidos, a mãe diz que seu filho “tem um coração imenso e não sabe se há palavras para descrever como está orgulhosa dele”.

Enquanto o cabelo crescia, o pequeno teve que aguentar o comportamento de alguns colegas que o chamavam de menina. Além disso, alguns familiares pediam que ele cortasse logo o cabelo (até mesmo dinheiro era oferecido para que ele deixasse esta história de lado).

Apesar de tudo isso, Christian aguentou firme e não mudou de ideia em momento algum. Na semana passada, ele doou 25 centímetros do seu cabelo para as crianças com câncer.

menino 1

Doar o que não usamos mais é uma prática a ser realizada por todos nós pelo menos uma vez por ano. Muitos apresentam o costume de fazer as doações no fim do ano, após fazer aquela “faxina” nos armários. Mas, este ano, uma novidade pode antecipar esta ação solidária.

Até o dia 14 de junho, “A Loja do Bem” estará aberta no Shopping Market Place, em São Paulo, para receber doações.

Totalmente vazia, a loja não vende nenhum objeto. Ela arrecada doações e as direciona a instituições, como Entrega por SP, Casa ABCD, Casa da Criança de Santo Amaro, Projeto Fabianinho de Cristo e Lar Bartuíra.

Os objetos que podem ser doados são:

  • Roupas;
  • Produtos de higiene (novos);
  • Acessórios;
  • Itens de Cama, mesa e banho;
  • Livros;
  • Brinquedos.

Todas as doações devem estar em bom estado de conservação.

“A Loja do Bem” abre diariamente a partir das 10h.

Serviço:

Local: A Loja do Bem – Shopping Market Place: Avenida Doutor Chucri Zaidan, 902 – Vila Cordeiro, São Paulo – SP

Horário: das 10h às 22h

Data: até 14 de junho

victory

Um pequeno gesto da população pode levar força a um menino estadunidense. Seth Lane sofre de uma enfermidade autoimune conhecida como “Doença do Garoto Bolha”, onde é necessário ficar isolado de tudo e de todos.

O guerreiro de apenas 5 anos vive em um hospital há mais de 2 anos e meio, pois é o único local esterilizado o bastante que ele pode ficar.

Em janeiro, Seth passou por uma cirurgia, o transplante de medula óssea. Infelizmente, não foi bem-sucedida. Por isso, ele passará por uma nova tentativa de transplante no dia 27 de Março, sexta-feira.

Para motivar Seth a continuar batalhando, os pais fizeram um vídeo onde pedem que todos usem amarelo, cor preferida do menino, no dia da cirurgia e postem uma foto no Facebook ou Instagram com a hashtag #WearYellowForSeth. As fotos serão impressas e colocadas no quarto do hospital, para o filho ver a quantidade de pessoas que estão torcendo pelo bem dele.

O vídeo foi assistido para mais de 2 milhões de pessoas, para espanto dos pais. Assista a seguir:

Em um relatório divulgado há dois anos, a Organização das Nações Unidas (ONU) mostra dados sobre a fome no mundo. Segundo a pesquisa, 842 milhões de pessoas (adultos e crianças) sofrem de desnutrição.

Esta situação é decorrente da falta de alimento? Não. Na realidade, toneladas de alimentos são jogados no lixo. Se não houvesse o desperdício, todas as pessoas no mundo se alimentariam.

Uma campanha contra a fome realizada em 2011, nos Estados Unidos, colocou crianças em uma sala de espera, enquanto aguardavam serem chamados. Para passar o tempo, havia um lanchinho para elas. No entanto, algumas ganharam o sanduíche e outras não.

O que as crianças fizeram serve de lição para a humanidade no combate à fome.

Assista o vídeo a seguir:

Apesar de muitos deficientes visuais morarem sozinhos e se virarem muito bem no dia a dia, algumas dificuldades podem surgir, como, saber a validade do produto, qual caminho deve seguir, qual lata é a do molho de tomate…

Como estas dúvidas podem aparecer em momentos onde não há mais ninguém, o deficiente não consegue fazer o que desejava. Para resolver isso, um dinamarquês criou o aplicativo Be My Eyes. Este funciona da seguinte forma: as pessoas que não apresentam deficiência visual se inscrevem no app como voluntárias. A qualquer momento do dia, elas recebem uma ligação, na realidade uma videoconferência (usando apenas o 3G/4G ou Wi-Fi), onde o deficiente que se inscreveu no app diz em que precisa de ajuda e mostra com a câmera do celular o objeto ou lugar. Desta forma, o voluntário conduz o deficiente, tornando-se os “olhos de dele”, como sugere o nome do aplicativo.

Veja no vídeo abaixo:

Be My Eyes – helping blind see from Be My Eyes on Vimeo.

 

Lançado há dois meses, o aplicativo possui mais de 159 mil voluntários e 16 mil deficientes inscritos. Segundo o app, já foram mais de 54 mil ajudas.

O aplicativo está disponível apenas para iPad e iPhone. E o melhor, ele apresenta diversas opções de idioma e é gratuito.

Em abril do ano passado, o Hospital Amaral Carvalho, instituição que presta atendimento humanizado a pacientes carentes, lançou o urso de pelúcia chamado ELO.

O brinquedo foi criado com a finalidade de dar às crianças um companheiro, enquanto elas estão na batalha contra o câncer.

Por medidas de segurança, os pequenos não podem ter muito contato com o mundo fora do hospital. Esta é uma forma de prevenir que bactérias e vírus prejudiquem o tratamento e piorem o estado de saúde. Tal situação deixa as crianças afastadas dos colegas de escola, dos professores e familiares.

Para ajudá-los, o hospital criou o ursinho ELO, que carrega com ele mensagens de voz de amigos e parentes dos pacientes.

Esta bela ação pode ser vista no vídeo a seguir:

victory

O feriado de Corpus Christi deste ano será marcado pelo ato de solidariedade que ocorre desde às 7h, no Parque Infantil, em Araraquara.

O responsável pela ação é o ultramaratonista Alberto de Mattos Marques, que correrá durante 12h mais de 50 quilômetros. O objetivo é arrecadar fundos à Eduardo Henrique Rodrigues Sgobe.

O menino de apenas 3 anos sofre da Síndrome de Vactrel, doença rara que, entre outras consequências, provoca má formação genética.

Para ajudar com as despesas médicas, o corredor propôs uma atividade beneficente, onde o trajeto corrido foi fracionado em cotas de patrocínio. Cada hora terá um custo de R$ 100. Todo o dinheiro arrecadado será entregue aos pais do garoto.

Está acontecendo um dos mais aguardados e respeitados prêmios do mercado nacional de comunicação: o Big Idea Chair Solidariedade, realizado pelo Yahoo! Brasil, que destacará a grande campanha de caráter filantrópico/social de 2011.

Os cases finalistas já foram escolhidos e estão no site da competição para votação popular; os mais votados na internet receberão 1 ponto na decisão final dos jurados.

Vamos aos finalistas:

Esta Vaga Não é Sua Nem Por um Minuto

Campanha que tem o objetivo de conscientizar sobre as vagas exclusivas que são, muitas vezes, desrespeitadas no nosso país.

Maior abraço do mundo

O Cristo Redentor deu um abraço simbólico, através de ilusão de ótica, luzes e imagens, como parte da campanha “Carinho de Verdade”, que visa combater a violência e exploração sexual de crianças.

•   Saldão de Banners

Para apoiar o Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer (GRAAC), a campanha Saldão de Banners Solidários ofereceu espaços de divulgação em alguns dos sites brasileiros aos que fizessem uma doação de R$ 5, valor que foi totalmente revertido ao GRAAC.

O grande vencedor está perto de se tornar conhecido, o melhor case será divulgado amanhã (08/11). Então, se você gostou de algum, corra e vote pelo site no seu preferido! ;)

Pessoas que tenham sangue do tipo O, tanto positivo quanto negativo, estão sendo convocadas, pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, a fazer doação de sangue para os estoques da Fundação Pró-Sangue, que estão no patamar crítico.

A Fundação é responsável pelo abastecimento de 128 hospitais da capital e região metropolitana de São Paulo. “É muito importante que a população colabore e ajude a reforçar os estoques da Pró-Sangue, por meio de um gesto de solidariedade que pode salvar vidas”, afirma Osvaldo Donini, coordenador da Hemorrede da Secretaria.

O sangue O positivo é o mais comum na população brasileira. Enquanto o tipo O negativo é mais raro no país, sendo apenas encontrado em aproximadamente 6% dos doadores brasileiros.

O sangue O negativo tem caráter universal, podendo ser doado para pessoas de todos os tipos sanguíneos. É muito utilizado em casos emergenciais, de pessoas que passam por cirurgia e precisam de transfusão.

Doe

Doar sangue não tem segredo, basta estar em boas condições de saúde, alimentado, ter entre 16 e 67 anos, pesar no mínimo 50 kg e levar documento de identidade original. É recomendável evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e bebidas alcoólicas 12 horas antes.

As pessoas interessadas em ajudar e fazer a doação de sangue, podem se dirigir a algum dos postos listados abaixo. Para mais informações, ligue para Alô Pró-Sangue 0800-55-0300 ou acesse o site da Fundação Pró-Sangue.

Posto Clínicas
Av. Dr. Enéas Carvalho de Aguiar, 155 – 1º andar – Cerqueira César
2ª a 6ª, das 7 às 19h; sábados, domingos e feriados das 8 às 18h
Estacionamento gratuito subterrâneo – Garagem Clínicas

Posto Dante Pazzanese
Av. Dante Pazzanese, 500 – Ibirapuera
2ª a 6ª, das 8 às 17h e sábado, das 8 às 16h

Posto Castelo Branco
R. Ari Barroso, 355 – Osasco
2ª a 6ª, das 8 às 17h e sábado, das 8 às 16h

Posto Mandaqui

Av. Voluntários da Pátria, 4.227 – Mandaqui
2ª a 6ª, das 12 às 18h

Posto Barueri
Rua Ângela Mirela, 334, térreo – Barueri
2ª a 6ª, das 8 às 16h

Já pensou em ter uma cor só sua? Agora qualquer um pode ter um tom totalmente exclusivo,  para chamar de seu. E, ainda, com essa ação fazer o bem para alguém. :)

Mas como isso é possível? Com a campanha “Own a Colour”, do Fundo das Nações Unidas para a Criança (UNICEF), que tem o objetivo de arrecadar fundos para os projetos realizados pela instituição, beneficiando jovens e crianças em todo o mundo.

Estão disponíveis no site da campanha para a escolha de quem deseja doar, 16,7 milhões de cores; elas foram baseadas naquelas exibidas nas telas dos computadores, smartphones e tablets.

A meta do projeto é que se atinja o mínimo de 16,7 milhões de libras. Até o momento já foram angariadas £ 80,357.

Como funciona?

No site, as cores são apresentadas em pequenos triângulos, que podem ser comprados com facilidade pelos internautas.

Comprar a sua cor é fácil, ao preço mínimo de uma libra, equivalente a R$ 2,80, quem quiser colaborar escolhe a tonalidade e clica em um dos triângulos. Em seguida, o comprador pode nomear e contar o motivo pelo qual escolheu aquela cor, pode ser o que quiser, a sua cor favorita ou do seu time de coração.

Depois da doação, todas as informações, tanto o nome do doador, quanto a descrição do motivo, ficam visíveis online para todos que acessam a página.

Se você é indeciso, é possível usar a opção “encontre uma cor”, que ajuda a descobrir e fazer buscas pela melhor seleção para cada indivíduo; pode ser o tom que está na moda ou algum que esteja ao lado da cor de alguém famoso. Além de escolher a sua, também dá para surpreender e presentear alguém com a compra.

Solidariedade

Alguns famosos já aderiam à campanha, como o célebre ator, hoje embaixador do Unicef, Sir Roger Moore, o empresário inglês Duncan Bannatyne, o jogador de rugby Matt Dawson  e a escritora Jemima Khan.

As cores, muitas vezes, identificam quem nós somos, nos inspiram, revelam o nosso gosto pessoal. Neste caso, elas irão ajudar a salvar a vida de muitas crianças auxiliando o UNICEF a continuar com o seu trabalho. Por exemplo, com a construção de escolas no Paquistão ou c0m a resposta à emergências, como a recente catástrofe na África Oriental.

Escolha a sua cor, presenteie alguém e ajude a colorir a vida dessas crianças. ;)

Como estamos no Outubro Rosa, um mês dedicado à conscientização da sociedade para o combate ao câncer de mama, não poderíamos deixar de falar de algo tão importante para as mulheres que estão nesta luta: a autoestima.

Pois com o tratamento de quimioterapia vem a queda temporária dos cabelos, e em alguns casos as pacientes também passam pela mastectomia (retirada da mama). A junção desses fatores acaba deixando-as com baixa autoestima e até em depressão. Muitas deixam de sair de casa e perdem a alegria por se sentirem menos femininas.

Aí vem a pergunta: Por que não se sentir bonita, mesmo estando em tratamento? Para algumas mulheres esta pode ser uma questão de falta de recursos, já que uma peruca, por exemplo, não é tão barata assim.

Então, na busca de valorizar e gerar maior autoconfiança nessas guerreiras existem alguns hospitais e entidades que fazem gratuitamente empréstimos de perucas, chapéus e próteses mamárias externas.

Esses serviços estão disponíveis em diversos estados do Brasil e também pela internet. Nesses locais, perucas são disponibilizadas para empréstimo e a única coisa que é pedida às pacientes é que elas cuidem devidamente do acessório e devolvam assim que não ele deixar de ser necessário, para que outras também possam desfrutar deste benefício.

Confira alguns locais que possuem banco de perucas:

Imagem: Neo Mama

• O Imama em Porto Alegre/RS empresta tanto perucas quanto chapéus. Contato pelo e-mail: contato@imama.org.br ou pelos telefones (51) 3264-3000 / 3264-8451.

ONG Viva Melhor em Santo André, no ABC Paulista, coloca a disposição das mulheres perucas, próteses externas, além do atendimento psicológico. Contato pelo site ou pelos telefones (11) 4425-8597/9226-107.

Grupo Rosa e Amor em Valinhos/SP oferece o empréstimo de perucas. Contato pelo site ou pelo telefone:  (19) 3869-7899.

Instituto Neo Mama em Santos/SP disponibiliza perucas, serviços de estéticas e próteses externas de mama. E-mail: neomama@neomama.org.br (Tel. (13) 3223-5588)

ABRAPAC no Rio de Janeiro conta com um banco de perucas e pra quem tiver interesse ele ensina a montar um. Contato pelo e-mail participe@abrapac.org.br ou pelo telefone: (21) 2223-1600.

Grupo de Apoio à Mulher Mastectomizada da Amazônia (GAMMA), o primeiro banco de perucas do estado conta também com lenços, chapéus e próteses de mama. Contato com o GAMMA pelo e-mail gamma.amazonia@gmail.com ou pelos telefones (92) 8825-2772 e (92) 8164-4282.

Para quem morar em cidades que não contam com um banco de perucas, já é possível ter acesso a um banco online. No site da Fundação Laço Rosa é possível pedir uma peruca apenas preenchendo um formulário, enviando uma foto recente e uma com cabelo e pronto, eles enviam o acessório para você.

Todas essas instituições e entidades necessitam e recebem doações de perucas. Portanto, se você quiser doar algum acessório, entre em contato pelos sites ou telefones acima e ajude a devolver a autoestima e o sorriso a muitas mulheres. ;)

Todo 05 de setembro, aniversário de Freddie Mercury, é comemorado o Freddie For A Day (FFAD). Nesta data, a vida do cantor é lembrada e celebrada com bom-humor e solidariedade.

O dia tem o propósito de angariar fundos para a Mercury Phoenix Trust, organização de caridade em combate ao HIV, criada em memória do artista após a sua morte.

O intuito principal desse dia é conscientizar as pessoas sobre o HIV. Aqui no Brasil, a campanha beneficiará o trabalho de combate ao HIV realizado pela Sociedade Viva Cazuza – tanto Freddie quanto Cazuza morreram de doenças relacionadas à AIDS.

Buscando chamar a atenção de maneira divertida para essa causa, a ideia é a de se caracterizar de Freddie Mercury por um dia, nem que seja usando só o característico bigode, mesmo virtualmente (no site há a possibilidade de colocar nas próprias fotos o bigode ou a famosa bandana do Cazuza).

Algumas celebridades já aderiram à causa, como Ivete Sangalo, NX Zero, Lenine, Danilo Gentili e Katy Perry. Mas todos podem participar, é só entrar no site e tirar a sua foto. Nos divertindo ajudamos essa causa, que é tão importante.

Confira as fotos de artistas que já participaram:

Ivete Sangalo (Imagem: FFAD)

Katy Perry (Imagem: FFAD)

Danilo Gentili (Imagem: FFAD)

NX Zero (Imagem: FFAD)

Palavras positivas, de amor e esperança têm o poder de transformar o modo como os pacientes com câncer enfrentem a doença.

O projeto Doepalavras do Instituto Mário Penna, já conhecido aqui do Blog da Saúde, agora lançou um livro com centenas de mensagens selecionadas entre as mais de 2 milhões que já foram enviadas aos pacientes em tratamento.

Esta é a primeira publicação da América Latina a conter a tecnologia de realidade aumentada, que, misturando elementos do mundo real com os do virtual, possibilita ao leitor ter uma espécie de “livro infinito”. Ao posicionar a hashtag que tem no livro em frente à webcam o leitor pode conferir todas as mensagens que são transmitidas aos pacientes diariamente.

Exemplares serão enviados a diversas instituições que cuidam de pessoas em tratamento oncológico no Brasil para que outros tenham a oportunidade de encontrar conforto e esperança nos recados.

Confira algumas das mensagens que estão no livro:

“Confie no caminho que nos dá direito a uma nova chance e nos faz realizar o que quer que seja: a fé. Acredite em você e em Deus.” Abílio Diniz

“Devemos sempre ter fé e confiança. Fé em Deus e confiança nos médicos. Esse é o caminho par alcançarmos o nosso objetivo.” José de Alencar

“A felicidade existe na forma de harmonia consigo mesmo e com os outros.” Lya Luft

Seja forte! Não como as ondas que tudo destroem, mas como as rochas que tudo superam!” Site VouConfessarQue

“Um herói é um indivíduo comum que encontra a força para perseverar e resistir apesar dos obstáculos devastadores.” Adilson da Silva Bitencourt

“Eu sei que esta fase está sendo difícil, mas depois de uma tempestade é que o céu fica realmente bonito!” Adriélly

“Ninguém pode livrar os homens da dor, mas será bendito aquele que fizer renascer neles a coragem para suportá-la. (Selma Lagerl)” Aline Gregório

“Um dia bom começa com um sorriso!” Corine

“Não deixem que a dúvida paire um único momento sobre vocês. Eu sempre acreditei na minha cura e estou aqui feliz!” Isabel

Doe suas palavras

Atualmente, os textos – com o máximo de 140 caracteres, enviados pelo site ou pelo Twitter – podem ser vistos não só pelos pacientes nas salas de quimioterapia, radioterapia e de espera das unidades do Instituto Mário Penna, como também em qualquer hospital do mundo aliado ao projeto.

Pois o Instituto, que é referência no tratamento de câncer, já disponibiliza o site, gratuitamente, para hospitais de todo o mundo, que só necessitam obter permissão e dados sobre instalação via e-mail. Hoje, a página do Doepalavras é acessada em 137 países, nos idiomas português, inglês e espanhol.

Então, estando em qualquer lugar do mundo você pode mudar, com as suas palavras, o dia de alguém. Aproveite que no próximo domingo, dia 28, é dia Nacional do Voluntariado e faça um paciente sorrir e acreditar que, sim, é possível vencer o câncer. Doe as suas palavras e o seu afeto a esses lutadores.

As  suas mensagens são capazes de gerar sorrisos como esses:

Campanha #Doepalavras – Palavras transformam:

http://www.vimeo.com/17573392

Prêmios

A campanha, idealizada pela RC Comunicação, já recebeu prêmios como:

– Melhor ação de comunicação do mundo na categoria Internet, pelo 90° Festival do Art Directors Club de New York;

– Ficou comofinalista do Tomorrow Awards Winter 2011 e do Festival Internacional de Cannes;

– O Desafio Ted Sudeste – a maior conferência de ideias inspiradoras do mundo;

– O Yahoo Big Idea Chair 2010, como a melhor ideia do ano;

– O Top de Marketing 2010, da Associação dos Dirigentes de Marketing e Vendas do Brasil;

– O 1° Grand Prix Especial outorgado pelo Sindicato das Agências de Propaganda.

As diferenças existem, sejam elas da cor do cabelo e da pele ou da orientação sexual. Mas elas são só características, nada mais. Todo mundo merece ser respeito por ser quem é, independentemente do que se é.

Pensando nas crises que alguns dos jovens LGBT têm quando começam a descobrir a própria sexualidade e ficam sem saber direito como agir, se aceitar, contar para a família e nem conseguem imaginar um futuro para si mesmos,  é que o “It Gets Better” surgiu.

No site, podem ser vistos pequenos depoimentos de pessoas que já superaram essa fase de questionamentos e dizem que a vida fica melhor, não que ela seja fácil – nunca é pra ninguém – mas é normal. Eles demonstram que a dúvida, por não saber ao certo como será viver assim, e o medo de não ser compreendido passarão.

Inspirados nesse projeto, o curta-metragem brasileiro com o título “Não Gosto dos Meninos” tem a mesma intenção de mostrar aos que ainda estão passando por isso que com o amadurecimento, e com o passar do tempo mesmo, as coisas melhoram e fica tudo bem.

Produzido pela agência Gringo em parceira com a produtora Mirada, o filme é constituído por depoimentos de homossexuais que contam como foi passar por esse processo todo e como é normal levar a vida sendo você mesmo.

Os participantes deixam claro que só quando passaram a se aceitar e se amar foi que eles descobriram o quanto eram importantes e amados pelas pessoas que estavam ao redor. Então, a vida fica melhor porque você pode melhorá-la!

Assista ao curta-metragem:

“não gosto dos meninos” from mirada on Vimeo.

A onda de violência que se estendeu nos últimos cinco dias por Londres tem despertado outros sentimentos além de raiva e revolta: união e solidariedade.

Os saques, incêndios e danos de propriedade já resultaram em mais de 400 prisões. E tudo começou após Mark Duggan ter sido supostamente morto pela polícia em um tiroteio em Ferry Lane, Tottenham, na quinta-feira, 4 de agosto.

Mas o que parece ser um dos piores distúrbios do Reino Unido das últimas décadas também envolve agora os cidadãos que se importam e, com senso de comunidade, estão de unindo para limpar a cidade.

O “Motim da limpeza”

Um site foi criado com o slogan “Comunidade – faça valer a pena” para que a limpeza das comunidades pudesse ser organizada.

Em Riot Clean Up os interessados em ajudar podem encontrar os lugares que serão limpos, os horários, assim como também é possível votar nos locais que serão escolhidos etc.

Eles recomendam quais equipamentos devem ser utilizados, como sacos de lixo, vassouras, pás de lixo, luvas, fita adesiva e caneta marca texto. Além disso, contém dicas para que os voluntários não se arrisquem e façam tudo em segurança.

Imagem: Riot Clear Up

Próximo »