São 23 áreas: Trofismo, crise asmática, hiperatividade, tabagismo, sono, apneia, tratamento psicológico para dependentes de cocaína/crack, incontinência urinária, fibromialgia, efeitos da suplementação, menopausa, ovários policísticos, síndrome das pernas inquietas, puberdade precoce, câncer de cabeça e pescoço, enxaquecas, hipertensos, entre outros.

Hoje, 10% dos brasileiros sofrem com essa síndrome. As mulheres correspondem a 80% dos casos e ainda não existe uma causa única para o diagnóstico. Entenda a doença e tire suas dúvidas.