Vacina está disponível na rede pública de saúde e é a medida de prevenção mais eficaz contra a doença

O aumento de casos de sarampo nos países das Américas levou a Organização Mundial da Saúde a emitir um alerta sobre a doença e exortou países a reforçarem a vacinação. Só neste ano, 1.115 casos casos de sarampo foram confirmados em 11 países das Américas.

Cientistas analisaram crianças de diversos países para saber o tempo que o sistema imunológico levava para se fortalecer.

Até 31 de dezembro, crianças terão de ir ao posto de saúde para serem vacinadas.

A partir do dia 8 de Novembro, estarão disponíveis as vacinas em mais de 100 mil postos de saúde espalhados pelo país.

Com apenas uma injeção, as crianças estarão protegidas contra quatro tipos de doenças.

Doenças como gripe, coqueluche, sarampo podem ser prevenidas com vacinas para não estragar as férias

Estamos perto da segunda etapa da campanha, que acontece em 13 de agosto.

São 2 gotinhas que protegem seu filho. Nos dias 18 de junho e 13 de agosto, além dos postos de saúde, a vacina será aplicada em shoppings, aeroportos e rodoviárias.

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo decidiu convocar as pessoas que irão viajar ao exterior ou a outros estados brasileiros para que tomem a vacina contra o sarampo, caso ainda não tenham sido imunizadas.

O Brasil não registra transmissão direta de sarampo desde 2000. No entanto, nesse período ocorreram casos de pessoas que pegaram a doença em outros países.

A Secretaria da Saúde decidiu convocar os 12,2 milhões de paulistas, com idades entre 1 e 19 anos, para tomar a vacina contra o sarampo. A proposta é reforçar a prevenção contra a doença, após registros de casos ocorridos em estados brasileiros como Pará, Rio Grande do Sul e Paraíba.

Após três anos sem casos de sarampo, o Brasil está prestes a alcançar um recorde de registros da doença na década: em 2010 já foram confirmados 55 casos em três Estados.

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo divulgou hoje, 16, uma recomendação para que os paulistas com viagem marcada para o exterior procurem os postos de saúde para tomar a vacina contra o sarampo.

Depois de dois casos confirmados de sarampo, a Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul informou que investiga mais três suspeitas da doença.