O projeto que proíbe a venda e distribuição de sacolas plásticas nos comércios da cidade de São Paulo foi aprovado pela Câmara. O próximo passo fica com o prefeito Gilberto Kassab, que pode vetar ou sancionar a lei.

A partir do dia 16 de julho (sexta-feira), supermercados, lojas e comércio popular do Rio de Janeiro terão que encontrar uma alternativa ao uso dos sacos plásticos. A Lei n° 5.502 entra em vigor e restringe o uso deste material que demora até 400 anos para se decompor.