Medo, tristeza e insegurança. Esses são os principais sentimentos que tomam conta de uma mulher quando ela recebe o diagnóstico de câncer de mama metastático, também conhecido como câncer de mama avançado ou de estágio IV.

Estações do ano, região e ano do nascimento podem ter relação com a doença.

A descoberta promoverá o desenvolvimento de uma terapia. A pesquisa aconteceu graças ao dinheiro arrecadado pelo “Desafio do balde de gelo”.

Para se candidatar a vaga, é preciso se encaixar em alguns parâmetros.

A descoberta ajudará os médicos a buscarem explicações sobre a depressão, grande desafio da medicina.

Cientistas da Brown University pesquisaram a atividade cerebral de diversas pessoas. O resultado mostrou ser uma reação ao possível perigo.

Os pacientes interessados em participar dos exames e tratamentos gratuitos deverão se inscrever por e-mail ou entrar em contato pelo telefone.

Em pesquisa, notou-se que há uma preferência por humor obscuro e situações trágicas. Este tornou-se agora um dos sinais da doença.

Mesmo as canções cantadas pelas mães ajudam a acalmar, mas as músicas em outra língua são mais certeiras.

A pesquisa começou a ser realizada em 2012.

Segundo pesquisa, pessoas depressivas usam três vezes mais o celular que as pessoas sem os sintomas da doença.

A pesquisa foi realizada com mais de cinco mil meninas nos Estados Unidos.

Uma pesquisa notou que fechar os olhos ajuda na concentração.

Segundo estudo, há uma relação entre o tempero e os hormônios.

Foram realizados quatro experiências com homens e mulheres e analisou-se o comportamento de todos.

O estudo foi realizado pela Psychological Science com mais de 193 pessoas.

O estilo do programa ou filme que as pessoas assistem enquanto se alimentam interfere na quantidade consumida.

Quando a expectativa é superada, a felicidade acontece.