Alguns profissionais da área dizem que não é bem assim.

Estudo avalia a incidência do aparecimento da doença relacionada à altura das pessoas.

Novos estudos trazem perspectivas para combater o mal de Alzheimer. O mais recente deles, concluiu que níveis elevados da proteína sanguínea chamada clusterina estão ligados ao surgimento da doença.