Integram o elenco: losartana potássica (contra hipertensão arterial), loratadina (antialérgico), fluoxetina (antidepressivo), clonazepan (ansiolítico) e alendronato de sódio (osteoporose).

Gratuidade dos remédios contra Hipertensão e Diabetes será implementada até o próximo dia 14. Até hoje, o governo pagava 90% do valor do medicamento e o cidadão tinha que complementar com o restante..

Foi aprovado um novo projeto de lei pela CAS (Comissão de Assuntos Sociais) do Senado, em que o Ministério da Saúde terá que atualizar a tabela de remédios do SUS pelo menos uma vez por ano.