Ao consumir uma unidade da fruta diariamente, você mantém as artérias livres de danos provocados pelo excesso de LDL, o colesterol ruim

O remédio Cordaptive, que associa duas substâncias para aumentar o colesterol “bom” (HDL) e reduzir o “ruim” (LDL) e os triglicérides, vai ser recolhido nos cerca de 40 países onde era vendido, inclusive no Brasil

Ao consumir uma unidade da fruta diariamente, você mantém as artérias livres de danos provocados pelo excesso de LDL, o colesterol ruim

Na semana passada, artigo publicado na revista científica “The Lancet” afirma que o HDL não é tão bom assim para o coração e a sua capacidade de diminuir os riscos de doenças cardíacas não é real.

Pesquisa recente relaciona o baixo LDL com a diminuição de problemas cardíacos.

Mulheres com a média de idade de 48 anos já se preparam para a fase mais preocupante de suas vidas. Estão quase completando meio século de vida, porém a idade não é o que preocupa mais, a menopausa está chegando!

LDL: As iniciais em inglês para Low Density Lipoprotein, traduzidas como lipoproteína de baixa densidade, são conhecidas popularmente por “colesterol ruim”. Sua alta concentração no sangue representa um perigo para uma entre cinco pessoas no mundo. No organismo, o colesterol é produzido pelo fígado, mas ele também provém dos alimentos que ingerimos.
É através do consumo de certos alimentos que podemos controlar diretamente a quantidade do LDL em nosso corpo, considerada normal até 100mg/dl.