Todo mundo ouve falar que pessoas próximas às usinas nucleares no Japão devem deixar as imediações para não correrem o risco de serem contaminadas pelas partículas radioativas emitidas na atmosfera. Saiba quais as consequências se ocorrer tal exposição.

Após o terremoto de magnitude 8,9 na escala Richter, o Google criou uma página para obter ou fornecer informações sobre desaparecidos.

Depois que o terremoto de magnitude 8,9 atingiu hoje o Japão, o sistema de resfriamento da usina nuclear Fukushima Daiichi, da empresa Tokyo Electric Power, parou de funcionar.

Todo mundo sabe, mas parece não lembrar: o mar não é fonte inesgotável de alimento. De um lado a pesca desordenada, do outro aqueles que vivem dela. Comum a todos, a falta de estoque mundial.

O primeiro par de pernas robóticas capaz de fazer pessoas paralisadas da cintura para baixo voltarem a andar deve ficar pronto em dezembro, segundo o médico japonês Eiichi Saito.

Confirmada pela primeira vez no Japão a enzima NDM-1, que pode tornar as bactérias resistentes à maior parte dos antibióticos.

Por mês, são 66 sacos plásticos por brasileiro. Um saco demora até 400 anos para se decompor. Os aterros sanitários ficam lotados deles e muitos ainda ficam presos em uma corrente de lixo no oceano Pacífico e Atlântico. Mas e se fosse possível converter o plástico novamente em petróleo?

Mas por que alguém faria isso? A designer japonesa Aya Tsukioka ao criar um vestido que serve de disfarce, quis oferecer à mulheres a possibilidade de se esconder de possíveis atacantes.