Ao consumir uma unidade da fruta diariamente, você mantém as artérias livres de danos provocados pelo excesso de LDL, o colesterol ruim

A pesquisa analisou a saúde de 400 participantes com idade média de 61,4 anos.

Algumas medidas necessitam ser tomadas para que as artérias não sejam obstruídas.

Cardiologista esclarece o que acontece com o nosso corpo no inverno.

O sedentarismo também aumenta o risco de problemas cardíacos, assim como a genética, hipertensão, colesterol alto, diabetes e o excesso de peso

Muito pode ser feito para reduzir e controlar o estresse dos feriados, afirma especialista. Veja as dicas do cardiologista

Conheça os sintomas, tratamentos, fatores de risco e prevenção do infarto agudo do miocárdio.

Pesquisa da USP afirma que a maior causa de infartos está associada à poluição do ar e permanência no trânsito.

Levantamento mostra que registros passaram de 686 para 753 em 4 anos. Cigarro, obesidade e estresse influenciam aumento e transformam coração em bomba-relógio

Pare e pense: tudo que ingerimos passa pela boca, mais do que isso, se transforma. Isso acontece com os alimentos, bebidas e também com as bactérias.

Na semana passada, artigo publicado na revista científica “The Lancet” afirma que o HDL não é tão bom assim para o coração e a sua capacidade de diminuir os riscos de doenças cardíacas não é real.

Quando perdemos dinheiro ou sentimos qualquer insegurança no mundo financeiro, o risco de sofrermos um ataque cardíaco se eleva em 5,4%.

Pesquisa recente relaciona o baixo LDL com a diminuição de problemas cardíacos.

A Secretaria de Estado da Saúde da Saúde de São Paulo decidiu implantar uma rede para identificar, a distância, pacientes com síndrome coronária aguda que dão entrada em hospitais e prontos-socorros do Estado.

Durante a semana você leva uma vida saudável e evita o consumo álcool? No entanto, chega a sexta-feira e o fim de semana já começa no happy hour? Você sabia que o consumo excessivo de álcool, concentrado nos fins de semana, dobra os riscos de se morrer de parada cardíaca com relação a um consumo continuado?