Salvar vidas deve ser prioridade em situações de risco, dizem médicos

O incêndio que aconteceu no último sábado (15) no Instituto Butantan destruiu toda a coleção de cobras (85 mil exemplares) e 450 mil espécimes de aracnídeos, principalmente aranhas e escorpiões.