A partir de 2015, o Brasil vai produzir toda a vacina contra o vírus da gripe necessária para suprir a demanda nacional

Com o aumento dos casos graves da gripe A, o Ministério da Saúde libera a comercialização do Tamiflu sem retenção de receita.

O alerta global da gripe A H1N1 foi suspenso no meio de 2010 pela OMS, um ano após ter sido declarado. Com um balanço final de 19 mil mortos, foi muito menos mortal do que a gripe comum.

O Comitê de Emergência da Organização Mundial da Saúde (OMS) decidiu manter o nível máximo de alerta pandêmico para a gripe A (H1N1), o nível 6.

A Campanha de vacinação contra a Nova Gripe teve início no dia 8 de março. Porém, em clínicas particulares a vacinação ainda não começou. A data e o valor da dose serão definidos pela Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

O caos que a Gripe A (H1N1) provocou no meio do ano passado já passou, e o alarde já não é tão grande, mas há riscos dessa doença se espalhar novamente pelo mundo, com maior intensidade. Por conta disso, governos do mundo todo se preocupam em obter doses da vacina que combate a nova gripe.

No segundo semestre do ano passado o mundo sofreu com a pandemia da Gripe A (H1N1), segundo o Ministério da Saúde, 1.632 pessoas morrem no Brasil. Mas o país recebeu um reforço no final do mês, 600 mil vacinas foram recebidas pelo Instituto Butantan.

Os números relacionados à gripe suína não param de crescer.

Ontem (terça-feira, 14), a Secretária da Saúde de São Paulo confirmou a segunda morte por gripe suína no Estado e a quarta no país. A vítima foi um homem de 28 anos residente da cidade de Botucatu, interior de São Paulo, que teve contato com argentinos e chilenos e morreu seis dias após sua internação na UTI do Hospital de Clínicas da cidade. Enquanto isso, a Argentina tornou-se o segundo país no mundo com mais óbitos em conseqüência da Nova Gripe.

Considerada uma doença “moderada”, o termo pandemia foi anunciado pela Organização Mundial da Saúde – OMS e refere-se a ampla distribuição geográfica do vírus. Abaixo gráfico atualizado da Folha de São Paulo sobre os casos no Brasil.