Dicas fundamentais para exercitar a mente.

Dicas importantes para que a prática de exercícios físicos não se torne um problema.

Além de emagrecer, esta atividade traz diversos benefícios à saúde.

Simples atitudes melhoram a saúde e a Qualidade de Vida, escolha aquilo que lhe dê prazer e mexa-se!

O impacto gerado em caminhadas e corridas pode ocasionar lesões e problemas ortopédicos, e um tênis adequado pode ajudar, e muito, a evitar esses malefícios

“Nenhum estudo mostrou que algum medicamento seja capaz de fazer o que mostramos ser possível com os exercícios.”, afirma líder do estudo

Eles controlam o peso, aumentam o equilíbrio e a flexibilidade e ainda melhoram o humor

O programa americano “Exercise is Medicine”, que será lançado hoje no Brasil, tem “prescrições” de exercícios para diferentes doenças, como câncer, alzheimer, hipertensão e esclerose múltipla.

Dados da OMS revelam que 1% da população acima dos 65 anos sofre com a doença do Mal de Parkinson. No Brasil, segundo a Associação Parkinson Brasília, a estimativa é de que pelo menos 200 mil pessoas tenham a doença.

A nossa mente tem papel fundamental na recuperação do nosso corpo. Por isso, levantar um pouco, abrir as janelas ou tomar um bom banho quando estamos gripados, por exemplo, informa ao nosso corpo que não estamos satisfeitos com a falta de disposição e acelera a recuperação.

Os principais sintomas do Parkinson são os problemas de mobilidade (tremores são os mais conhecidos), mas também há lentidão de movimentos, rigidez muscular e declínio cognitivo.

Pois bem. Estudo divulgado no JAMA, periódico da Associação Médica Americana, veio trazer a resposta às mulheres que querem manter o peso saudável ao longo dos anos, ou seja, todas.

O câncer é uma doença que provoca pavor em qualquer pessoa, já que ela pode chegar de repente, sem avisar, sem se mostrar. A patologia é caracterizada pelo crescimento desordenado de células que afetam tecidos e órgãos, e se não tratada pode se espalhar pelo nosso corpo.

Segundo dados divulgados recentemente pelo IBGE, a expectativa de vida média do brasileiro é 73 anos e este número vem crescendo a cada dia graças aos avanços da tecnologia. Neste post falaremos da importância de se movimentar durante a velhice tanto para aqueles mais “acelerados” como para os mais “quietinhos”.

Nesta etapa da vida, os idosos têm tempo para se exercitar, mas vivem diante do dilema que o envelhecimento dificulta alguns movimentos. A prática de atividades físicas adequadas reduz o risco de quedas, pois auxilia na fortificação da massa muscular e ossos. Segundo Cristina Abrami, formada em Educação Física pela USP, “os exercícios mais recomendados nesta etapa da vida são aqueles que visam o fortalecimento abdominal (sem flexão da coluna), o desenvolvimento de equilíbrio, o fortalecimento da musculatura posterior do tronco, dos flexores e extensores dos quadris e para os membros superiores e inferiores”.

Não é apenas o seu corpo que pode se desfrutar dos benefícios da ginástica, o seu rosto também. A ginástica facial é usada tanto na prevenção como no combate às imperfeições da pele que aumentam com a idade.

Os exercícios, leves e lentos, ativam o metabolismo celular e a produção de colágeno, deixando a pele mais iluminada, firme e macia. Consistem numa série de contrações e alongamentos que tonificam os músculos – diminuindo rugas e linhas de expressões faciais e modelando o rosto.